Equipe de resgate usa novo método para tirar menino que está há 5 dias em poço no Marrocos

Durante os dias de resgate a criança tem recebido alimento, água e oxigênio por um tubo

Resumo da Notícia

  • Menino de 5 anos caiu em um poço de 32 metros de profundidade, no Marrocos
  • A equipe de resgate está tentando socorre-lo há 5 dias
  • A família da criança só percebeu que ele tinha caído quando a ouviu chamar por socorro

Rayan, menino de 5 anos de idade, caiu em um poço de 32 metros de profundidade nas colinas perto de Chefchaouen, no norte de Marrocos, na terça-feira, 1 de fevereiro. A criança está há 5 dias no local e as equipes de resgate ainda estão tentando tirá-lo dali.

-Publicidade-

Nas imagens a criança aparece encolhida no fundo do poço estreito. Os 45cm de largura do topo impedem que os socorristas desçam para resgatá-lo. Outras formas de regate estão sendo colocadas em prática.

Equipe de resgate se arrisca para salvar vida de menino de 5 anos que está há 5 dias em um poço no Marrocos
Rayan está há 5 dias no poço, em Marrocos (Foto: Reproduão/ Daily Mail)

Trabalhadores com escavadeiras mecânicas trabalham 24 horas por dia. Neste sábado, os socorristas tentam remover as pedras do caminho enquanto cavavam em direção a Rayan. Essa operação é extremamente perigosa, constantemente ameaçada por deslizamentos de terra.

A cidade se mobilizou para ajudar o menino e todos aguardam por boas notícias. “As pessoas que nos amam não estão poupando esforços para salvar meu filho”, disse o pai de Rayan em entrevista à Reuters TV.

Na sexta-feira, a equipe de resgate começou a escavar um túnel horizontal em direção à criança, mas o trabalho ficou mais difícil quando encontraram rochas entre a vala e o poço. Os socorristas estão colocando tubos de concreto no túnel horizontal enquanto cavam para conseguirem Rayan para um lugar seguro.

A equipe de resgate está fazendo de tudo para salvar o menino
A equipe de resgate está fazendo de tudo para salvar o menino (Foto: Reprodução/ AFP)

De acordo com um parente da criança, a família só se deu conta que o menino tinha caído no poço quando ouviu o choro dele e iluminou o local com a luz da lanterna do celular. “Ele estava chorando e dizendo ‘me levante’”, disse o parente.

A região montanhosa ao redor de Chefchaouen é muito fria no inverno. Comida, água e oxigênio por meio de um tubo foram conduzidas ao menino durante esses dias de resgate.