Vizinho de suspeito do caso Madeleine McCann conta sobre temperamento esquisito

A investigação da menina, que está desaparecida desde 2007, ganhou um novo suspeito na última semana e as autoridades fizeram novas descobertas sobre a situação

Resumo da Notícia

  • O autor do sumiço de Madeleine McCan pode ser responsável por outros crimes
  • Christian Brueckner está envolvido no sumiço de René e Inga, ambos de 5 anos de idade
  • Atualmente ele está preso por abuso de menores e está sendo investigado por diversos crimes
Ela desapareceu há 13 anos, mas os pais não perderam as esperanças (Foto: reprodução / The Sun)

Após o desaparecimento de Madeleine McCann ter voltado às machetes, mais informações sobre o novo suspeito do caso, Christian Brucker, têm vindo à tona. Nesta última quarta-feira, 10 de junho, em entrevista ao Daily Mail, a família da jovem Nakscije Miftari contou detalhes de como era o namorado da filha, que é pedófilo condenado.

-Publicidade-

Azra Miftari , irmã mais velha de Nakscije, lembrou de quando a garota, que tinha apenas 17 anos foi agredida pelo homem, que é 20 anos mais velho. “Só minha irmã Nakscije tinha ligação com ele. Ela era namorada dele. Mas ela era jovem e ingênua. Nós dissemos que ele era muito mais velho para ela, mas ela não se importou”, lembra a irmã. “Eu nunca o conheci, mas eu sei que ele bateu na minha irmã. Foi horrível para ela”, disse.
A irmã ainda deixou bem claro: “Eu sei o que ele fez com ela”. No entanto, ela e a família tem feito de tudo para se desvincular da imagem de Brucker. “Mas ninguém da família tinha nada a ver com o Brucker além de Nakscije. Nós somos pobres, mas não somos criminosos”, desabafou a irmã, que é mãe de duas crianças.

Ela desapareceu no dia 3 de maio de 2007 (Foto: reprodução / The Sun)

Quanto ao caso Madeleine, Azra contou que todos os familiares prestaram depoimento. “A polícia conversou com Naskcijile e toda a família Miftari”, afirmou. Eles também foram orientados pela polícia alemã a não comentar o caso, especialmente a irmã de Azra. “Eles disseram para que Nakscije e para a família toda que não falassem dele. Tem muitas pessoas perguntando onde Nakscije está, e essa situação está afetando a família inteira”, contou.

-Publicidade-

Comportamento do suspeito

Um antigo vizinho também contou sobre o comportamento de Christian Brucker em relacionamentos antigos. “Brucker era um bruto e violento. Eu vi batendo na jovem namorada no bar que trabalhava. Ele destruiu o lugar e espancou ela com seus punhos”, afirmou.

Brucker, atualmente cumpre pena na Alemanha por tráfico de drogas, enquanto recorre a uma setença de sete anos por estrupo na Praia da Luz, 18 meses ates de Medeleine desaparecer, ha 13 anos. De acordo com o Daily Mail, o criminoso foi transferido para uma cela solitária para evitar ataques de outros presidiários, quando se tornou o principal suspeito do caso.

Christian Brucker pode ser o real culpado

O advogado português Serafim Vieira, que já trabalhou para o principal suspeito no caso Madeleine McCann — o alemão Christian Brueckner —, acredita que ele pode ser o culpado pelo desaparecimento da menina, em 2007, diz o site britânico The Mirror.

Vieira representou Brueckner um ano antes, em 2006, em outro caso, quando ele foi preso por roubar combustível de veículos pesados em Algarve (Portugal). “Acho que ele pode estar por trás do sumiço de Madeleine”, afirmou em entrevista ao canal de TV RTP, de Portugal.

-Publicidade-