Escolas municipais de SP podem receber 100% dos alunos presenciais a partir de hoje: entenda

A partir desta segunda-feira, 25 de outubro, o distanciamento e o rodízio de alunos nas escolas não será mais uma realidade. Além disso, pais que não enviarem os seus filhos para o ensino presencial terão de assinar um termo de responsabilidade

Resumo da Notícia

  • As escolas municipais de São Paulo já poderão receber 100% dos alunos presencialmente a partir de hoje, 25 de outubro
  • Rodízio de alunos e distanciamento não serão mais uma realidade das instituições
  • Os pais que mantiverem seus filhos em casa a partir de agora terão de assinar um termo de responsabilidade e comprometimento com as atividades online

Escolas municipais de São Paulo poderão receber 100% de seus alunos presencialmente a partir de hoje, 25 de outubro. A prefeitura suspendeu também o distanciamento e o rodízio de estudantes das instituições. Além disso, pais que não mandarem os seus filhos para a escola deverão assinar um termo de responsabilidade.

-Publicidade-

Ao contrário de outras regiões do país, o município de São Paulo ainda permite que o retorno às aulas presenciais seja facultativo. Contudo, por causa da nova medida da prefeitura, as famílias que prosseguirem com o ensino à distância deverão assinar este termo de comprometimento com as atividades online.

Os alunos poderão ir para as aulas presenciais
Os alunos poderão ir para as aulas presenciais (Foto: Getty Images)

Fernando Padula, secretário municipal da educação, afirmou que, das 1500 escolas cadastradas na rede de ensino, apenas 19 não podem comportar o retorno 100% presencial por causa de problemas físicos. Por isso, se explicou, “Nessas, claro, nós não vamos atender os alunos presencialmente, os alunos vão continuar com atendimento online. A Secretaria de Obras está fazendo as licitações para essas obras e essas intervenções. Algumas escolas são algumas salas, outras, a escola como um todo”.

A prefeitura, ao contrário do governo estadual, não está exigindo o retorno obrigatório de alunos às escolas. Mesmo assim, Padula ressalta que a opção está livre para pais que optarem por mandar os filhos para a sala de aula. “Não haverá mais rodízio nas escolas municipais. Portanto todos os alunos podem ser atendidos todos os dias”, declarou ele, no último dia 14 de outubro.