Especialista dá dicas de como economizar durante a quarentena e defende que a fase pode aproximar as famílias

Reinaldo Domingos fala sobre conciliar as contas com o isolamento social e ressalta que esse é um ótimo período para valorizar a família

Resumo da Notícia

  • Saiba como lidar com as finanças em época de isolamento
  • Quais serão as contas que irão aumentar?
  • Aprenda a se organizar para tirar o máximo desse momento em família
Saiba como lidar com as finanças em época de quarentena (Foto: Getty Images)

 

-Publicidade-

 

 

-Publicidade-

 

 

 

 

 

 

 

 

A quarentena vêm trazendo experiências únicas. Afinal, a maioria das pessoas nunca passaram tanto tempo assim dentro de casa e estão tendo que aprender a lidar com a nova realidade. Não apenas no entretenimento e em formas de não permitir que o isolamento instaure um sentimento de solidão, nesse momento as famílias também precisam se atentar às finanças. É provável que o tempo em casa traga um aumento no consumo de itens como energia, água, alimentos, produtos de higiene pessoal, entre outros.

“Em casa o filho usará mais internet, assim como os pais para o trabalho, toma-se mais banhos, e também todas as refeições passam a ser dentro de casa, e isso acarretará um aumento em algumas contas”, disse Reinaldo Domingos, especialista em finanças pessoais, em entrevista ao portal R7. Para conseguir conciliar as mudanças com as finanças, o especialista recomenta que se estabeleça uma rotina: “Crianças devem estudar no mesmo horário, o trabalho também deve obedecer as rotinas anteriores”.

Com a rotina estabelecida, outra dificuldade que poderá se instaurar é a redução dos salários. Para aprender a lidar com a possível diminuição da renda, Domingos sugeriu uma “sustentabilidade” das finanças. Para ele, não é o momento de pensar apenas nas questões de custo-benefício, mas sim procurar a redução dos custos, como, por exemplo, optar pela luz natural em vez de lâmpadas durante o dia e procurar deixar as janelas abertas para minimizar o uso de ventiladores e ar-condicionados. “Agora é hora de inteligência de sustentabilidade, fazer outras escolhas e encarar os sacrifícios, porque todos os teremos”, disse.

Domingos também alertou sobre a necessidade de ser responsável ao fazer compras online. “Você precisa ter um cuidado redobrado com o teclado e o smartphone. Precisa ser muito bem analisado para não clicar por impulso”, reforçou. No mais, o especialista sugeriu que as famílias aproveitem ao máximo esse período juntas. “Conheça seus pares, seus filhos, os pais. Não precisa de luxo, não precisa de gastos”, concluiu.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-