Estados Unidos libera entrada de estrangeiros já vacinados: veja lista dos países

O país planeja começar a aplicar isso a partir do início do mês de novembro para nações que estavam na lista de banimento

Resumo da Notícia

  • EUA liberou a entrada de estrangeiros vacinados
  • A lista inclui o Brasil
  • Não ficou claro quais imunizantes serão levados em conta

Foi divulgado nesta segunda-feira, 20 de setembro, que os Estados Unidos vão permitir a partir de novembro a entrada de passageiros aéreos vindos do Brasil, China, Índia, Reino Unido e a maioria dos países europeus que já receberam a vacina contra a Covid-19. A informação veio direto da Casa Branca.

-Publicidade-
Comunicado foi feito pela Casa Branca (Foto: Freepik)

O comunicado foi feito por Jeff Zients, o coordenador da Casa Branca. Todos esses países estavam na lista de barrados pelos EUA. Os estrangeiros precisaram apresentar comprovante de vacinação e um teste negativado de covid-19 feito até 3 dias antes do embarque.

Hoje, o país impede a entrada da maioria dos estrangeiros que nos 14 dias anteriores da viagem tenham passado pelo Brasil. Também estão sendo barrados a maioria dos cidadãos de países como Reino Unido, membros da União Europeia, China, Índia, África do Sul e Irã.

Vacinas autorizadas

Até o momento, nenhum comunicado americano deixou claro se haverá vacinas especificas que serão aceitas. No momento, os EUA usam os imunizantes da Johnson & Johnson, Pfizer e Moderna.

Mesmo sendo obrigatório a vacinação para entrar nos EUA, algumas exceções vão ser feitas, incluindo para crianças que ainda não podem tomar vacinas. As regras também não serão aplicadas para viajantes que cruzam as fronteiras terrestres com o Canadá e o México

Haverá algumas exceções à obrigatoriedade da vacina para entrar nos EUA, disseram as autoridades, incluindo para crianças que ainda não são elegíveis para vacinação. As novas regras também não se aplicam a viajantes que cruzam as fronteiras terrestres com o Canadá e o México.