Estudante arrecada R$14 mil para pagar estudos de amigo estrangeiro que perdeu os pais

Mamadu veio da Guiné para a Rússia estudar medicina e quase precisou abandonar a faculdade após os pais morrerem em um acidente de carro. Foi quando Laura teve a ideia de ajudar o amigo e arrecadou dinheiro suficiente para um ano de mensalidade e abrigo

Resumo da Notícia

  • Mamadu se mudou da Guiné para a Rússia para estudar Medicina
  • Ele quase precisou abandonar os estudos após a morte dos pais
  • Laura, sua colega de classe, decidiu ajudá-lo arrecadando dinheiro

Quem tem um amigo tem tudo. Essa expressão já provou ser verdadeira há muito tempo, mas a cada dia que passa percebemos que ter pessoas boas por perto faz toda a diferença – ainda mais em momentos delicados, que geralmente pedem uma rede de apoio para conseguir passar por dificuldades ou superar situações difíceis.

-Publicidade-

Esse foi o caso de Mamadu Abdulai, um jovem estudante africano que passou por uma grande provação. Ele se mudou para a Rússia para estudar medicina e quase precisou interromper sua graduação e voltar para a Guiné depois que os pais morreram em um acidente de carro. Preocupados com o amigo e determinados a não deixarem ele abandonar os estudos, seus colegas de sala resolveram fazer uma vaquinha e arrecadar dinheiro para que ele continuasse no curso.

(Foto: Reprodução Instagram @laura_kulchieva)

Em menos de 24 horas, os amigos de Mamadu conseguiram arrecadar dinheiro o suficiente para pagar as mensalidades da faculdade e estadia em um albergue por um ano. Mamadu está no segundo ano da Academia Médica do Estado da Ossétia do Norte, localizada em Vladikavkaz.

-Publicidade-

Laura Kulchieva, uma das amigas e colegas de sala de Mamadu, fez um post no Instagram explicando a situação: “À medida que aprendíamos de tudo, decidimos angariar fundos para ele pagar sua formação. Publiquei a notícia em meu Instagram. As pessoas responderam rapidamente e, em meio dia, arrecadamos o valor de 110 mil rublos”, contou.

Na última segunda-feira, 25 de janeiro, Laura se encontrou com Mamadu para contar a notícia. “Hoje nos encontramos e pagamos as mensalidades e estadia em um albergue por um ano. Agora ele não está expulso e poderá continuar seus estudos com segurança. Por meio de esforços conjuntos, conseguimos arrecadar 200.400 rublos”, explicou. O valor equivale a 14 mil reais.

(Foto: Reprodução Instagram @laura_kulchieva)

“Coletamos o valor principal da nossa meta, 110 mil rublos [R$8 mil] em apenas meio dia, por isso agradeço especialmente a todos que ajudaram”, continuou. “Com o dinheiro arrecadado, pagamos a mensalidade, o dormitório e o saldo de fundos de 70 mil rublos [R$5 mil] foi transferido para a conta pessoal dele, a título de fiança para o próximo ano das mensalidades. Mamadu disse que agora sou a irmã dele”, finalizou.

-Publicidade-