Estudante brasileira deseja ampliar ensino de astronomia para crianças após descobrir asteroide

Maria Larissa Paiva, de 16 anos, participou de um programa da NASA e agora deseja que mais alunos possam conhecer sobre o universo

Resumo da Notícia

  • Maria Larissa Paiva, tem 16 anos, mas já descobriu um asteroide
  • A menina participou de um programa da NASA em junho deste ano
  • Após o feito, ela quer ampliar o ensino de astronomia para crianças

“Eu quero democratizar o ensino de astronomia para a população piresferreirense e ajudá-los a conquistar premiações e destaque nos programas e olimpíadas”, foi isso que Maria Larissa Paiva, de 16 anos, contou ao site Só Notícia Boa.

-Publicidade-
Uma estudante descobriu um asteroide durante programa da NASA e agora quer que mais pessoas conheçam sobre astronomia
Uma estudante descobriu um asteroide durante programa da NASA e agora quer que mais pessoas conheçam sobre astronomia (Foto: reprodução/Só Notícia Boa)

A adolescente que estuda na rede pública descobriu um asteroide durante participação em um programa da NASA, feito pela International Astronomical Search Collaboration (IASC), e agora quer ampliar o acesso à educação.

Maria Larissa mora em Pires Ferreira, uma cidade no interior do Ceará e precisou de um notebook emprestado para participar do programa. Foi assim que ela detectou em junho de 2021 o asteroide.

“É um trabalho bem árduo, uma análise bem complicada. Marquei mais de 10 pontos que acreditava que eram asteroides, mas só um foi às preliminares. Se ele for detectado mais vezes, vou poder dar um nome”, comentou.

Ela quer que outras crianças também possam seguir o caminho. Com o projeto “Pires Ferreira nas Estrelas”, a menina sonha em levar a astronomia para mais crianças do ensino fundamental além de comunidades locais.

O currículo da adolescente também conta com uma medalha de prata na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). E com certeza, seguindo esse caminho, a história dela tem tudo para ser ainda mais vitoriosa.