Estudantes brasileiros irão se reunir com vencedores do Prêmio Nobel para realizar debates sobre ciência

O evento irá contar com a presença de 80 estudantes da América Latina e Caribe, sendo 16 deles, do Brasil

Resumo da Notícia

  • Estudantes brasileiros irão debater sobre ciências com vencedores de Prêmio Nobel
  • O evento contará com a presença de jovens de países da América Latina e Caribe
  • 16 dos 80 estudantes que participarão do evento são do Brasil

Na próxima segunda-feira (15), 80 estudantes de diversos países da América Latina e Caribe, irão realizar debates sobre ciência com vencedores do Prêmio Nobel sobre o papel da ciência e dos cientistas na sociedade atualmente. O Brasil possui 16 representantes no total, sendo o maior grupo entre os países participantes.

-Publicidade-

O evento será transmitido em audiência global no YouTube e está sendo organizado pelo Nobel Prize Outreach, pela Academia Brasileira de Ciências (ABC) e pela Rede Interamericana de Academias de Ciências (IANAS). Ele será dividido em cinco salas virtuais, onde irão realizar os debates.

Estudantes brasileiros irão entrar em debate sobre ciência com vencedores do Prêmio Nobel nesta segunda-feira (15)
Estudantes brasileiros irão entrar em debate sobre ciência com vencedores do Prêmio Nobel nesta segunda-feira (15) (Foto: Reprodução / FOX)

O programa irá contar com a presença de grandes nomes na ciência, como Emmanuelle Charpentier, microbióloga francesa e vencedora do Nobel em Química em 2020. Além dela, também terá a presença da australiana Elizabeth Blackburn e a norueguesa May-Britt Moser, vencedoras do Nobel de Medicina em 2009 e 2014; O holandês Bernard Feringa, Nobel de Química em 2016; e o norte-americano Saul Perlmutter, Nobel de Física em 2011.

“Esse encontro é uma oportunidade fantástica para que os estudantes conheçam mais sobre o trabalho e também a vida dos vencedores do Prêmio Nobel. Para que eles saibam como esses cientistas chegaram até lá. Nosso foco é incentivar aspirantes a cientistas a continuarem no caminho da pesquisa científica, que se interessem por questões como a natureza humana e o universo e ajudem no desenvolvimento do Brasil e da América Latina em geral”, disse o presidente da ABC, Luiz Davidovich.

“Queremos inspirar essa nova geração de cientistas a trabalhar juntos, tanto em equipe quanto como ao lado da sociedade, e a usarem a ciência para enfrentar os grandes desafios que temos à nossa frente”, contou a CEO da Nobel Prize Outreach, Laura Sprechmann.

“Os países da América Latina e do Caribe enfrentam enormes desafios que, para serem superados, demandam conhecimento e comprometimento com a verdade, especialmente em uma época na qual convivemos com valores anticiência. A construção de soluções para muitos dos problemas que enfrentamos hoje, assim como outros que ainda surgirão, virão dos jovens. Ao reunir estudantes talentosos com vencedores do Prêmio Nobel, esperamos inspirar e estimular a formação de uma nova geração de cientistas que terão um papel fundamental para ajudar a construir um futuro melhor para a região”, acrescentou.

O diretor científico da Nobel Prize Outreach, Adam Smith, e a professora de psicologia clínica integrativa e membro do comitê do Prêmio Nobel Juleen Zierath, irão moderar todo o projeto.