Estudo aponta que curva de mortes por coronavírus no Brasil superou a da Espanha

A pesquisa foi feita pelo Observatório Covid-19 BR com dados do Ministério da Saúde e relaciona a situação dos dois países cinco dias depois da décima morte

Resumo da Notícia

  • Brasil supera a curva de mortes da Espanha, diz estudo
  • A pesquisa foi feita por especialistas de sete universidades brasileiras
  • Ela compara a situação dos dois países cinco dias depois da décima morte
  • Veja os resultados
Veja a comparação entre as curvas do coronavírus no Brasil e na Espanha (Foto: Getty Images)

O número de mortes relacionadas ao coronavírus no Brasil tem crescido muito rápido. Nas últimas 24h horas o país registrou o recorde, com 407 novos óbitos, chegando a um total de 3.313. Estudos apontam que a curva de falecimentos brasileira está aumentando em um ritmo mais acelerado que a da Espanha quando o país estava na mesma fase da pandemia na qual nos encontramos hoje, há duas semanas atrás.

-Publicidade-

A relação foi feita pelo Observatório Covid-19 BR, que reúne especialistas de sete universidades, com base nos dados do Ministério da Saúde. Uma das ferramentas para fazer essa análise prevê o seguinte cálculo: quanto tempo o coronavírus leva para dobrar o número de óbitos.

De acordo com os dados apresentados pelo Observatório nesta terça-feira, 21 de abril, o tempo de duplicação do número de mortos pela Covid-19 no Brasil era de 9 dias e 14 horas. Há duas semanas, na Espanha, esse número estava em 12 dias e 7 horas. Quanto mais baixo é esse intervalo, mais letal é a pandemia. Conclui-se, portanto, que o cenário do Brasil é pior que o da Espanha, se comparados períodos correspondentes do avanço da covid-19.

-Publicidade-

O motivo da diferença das datas entre as comparações é o fato de que na Espanha a doença começou a matar a antes. Segundo o que o Vítor Sudbrack, integrante do observatório e físico da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp), disse ao portal G1, os cálculos em cada país começam cinco dias depois da décima morte.

 

 

-Publicidade-