Estudo brasileiro prova que isolamento social pode evitar uma morte a cada minuto

Matemáticos calcularam a diferença que a quarentena pode causar em cada região do país

Resumo da Notícia

  • Matemáticos se dedicaram a estudar e calcular o impacto positivo que o isolamento traz ao país
  • Eles disponibilizaram os valores separados por região também
  • Para se ter ideia, em média, a cada minuto de isolamento é possível poupar uma vida
Para os estudiosos, mesmo achatando a curva, ainda há muito o que fazer (Foto: Getty Images)

Matemáticos da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) se dedicaram a estudar e calcular a força que o isolamento social tem no Brasil.

O resultado foi surpreendente: se respeitadas as medidas de isolamento, a cada 1,3 minuto (ou seja, pouco mais de 1 minuto) uma morte pode ser evitada nas próximas duas semanas, segundo UOL. “Essa é uma estimativa do número de vidas que serão salvas no país por termos mantido o isolamento social na última semana e se continuarmos firmes nos próximos 14 dias”, explicam os autores da pesquisa.

Chamado de “Vidas Salvas“, o estudo foi baseado nos dados divulgados diariamente pela União, pelos estados e municípios, tudo compilado pelo Observatório da Covid-19 BR. “O número cresce muito rapidamente à medida que os dias passam, enfatizando a necessidade de medidas de mitigação”, destacam os estudiosos.

A pesquisa é desenvolvida por Paulo J. S. Silva e Claudia Sagastizábal, e além da Unicamp tem parceria com o Centro de Ciências e Matemáticas Aplicadas à Indústria (CeMEAI) e a Universidade de São Paulo (USP).

Regiões

Eles ainda fizeram recortes por regiões, como São Paulo, Rio de Janeiro e Maranhão e as demais regiões do Brasil. Para se ter ideia, mantendo o isolamento o tempo por minutos para salvar uma vida seria de: 2,4 no Norte; 3.1 no Nordeste; 310.2 no Centro-Oeste; 1.6 no Sudeste; e 93.8 no Sul – tudo isso nas próximas semanas.

“Já achatamos a curva e é um grande ganho, mas houve uma pequena piora nos últimos dias e ainda há muito o que fazer”, eles alertam.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!