Estudo britânico mostra que contágio de coronavírus continua crescendo no Brasil

A pesquisa foi feita pela Imperial College, universidade que é referência em estudos de pandemias e pesquisa a doença em 56 países diferentes

Resumo da Notícia

  • Estudo britânico mostra que contágio de coronavírus continua crescendo no Brasil
  • A pesquisa foi feita pela Imperial College
  • A universidade é referência em estudos sobre pandemias
  • Veja as resoluções
Estudo britânico mostra que contágio de coronavírus continua crescendo no Brasil (Getty Images)

Segundo os cálculos feitos pela Imperial College, o contágio por coronavírus no Brasil continua acelerando.  A instituição realizou estudos nos 56 países do mundo que possuem transmissão ativa.

-Publicidade-

De acordo com a revista Gaúcha ZH, a taxa de contágio, indicador que mostra para quantas pessoas em média cada indivíduo infectado transmite o coronavírus, foi estimada em 1,31 para esta semana. Uma taxa de contágio acima de 1 significa que a transmissão está fora de controle. Dos sete países latino-americanos avaliados pelo Imperial College, seis têm Rt acima de 1: além do Brasil, Bolívia, Chile, México, Colômbia e Argentina. O Peru teve o indicador calculado em 0,7.

A universidade britânica é referência em estudo de pandemias e  vem acompanhando países que tenham registrado no mínimo cem mortes por coronavírus desde o início da doença e  ao menos 10 mortes em cada uma das duas semanas mais recentes.

-Publicidade-

De acordo com as pesquisas do instituto, com exceção dos Estados Unidos (que foi objeto de um estudo separado), o Brasil tem o maior número de mortes previstas para esta semana: 9.010, aumento de quase 30% em relação à semana anterior, seguido pelo México, com 2.840.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-