Estudo defende que grávidas não transmitem covid-19 para bebês

A pesquisa, organizada pelo Hostpital Geral de Massachusetts e publicada pelo periódico científico JAMA, analisou 127 gestantes que estavam no terceiro trimestre

Resumo da Notícia

  • Um estudo defende que grávidas não passam covid-19 para os bebês
  • A pesquisa foi feita pelo Hostpital Geral de Massachusetts e publicada pelo periódico científico JAMA
  • Foram estudadas 127 gestantes do terceiro trimestre

A pandemia do coronavírus adiou os planos de muitas famílias, inclusive os de ter um bebê. Mas, para aqueles que decidiram ir em frente e engravidar apesar dos pesares, sempre tem o medo: e se a mãe pegar coronavírus durante a gestação? Isso pode prejudicar o bebê?

-Publicidade-

O caso de Romana Novais, que entrou em trabalho de parto prematuro por causa de complicações serviu de alerta e deixou muitas mulheres grávidas com uma insegurança maior do que nos últimos tempos. Mas um estudo feito pelo Hospital Geral de Massachusetts e publicado pelo periódico científico JAMA diz que é pouco provável que uma mãe transmita coronavírus para o bebê enquanto ela está grávida.

(Foto: Shutterstock)

A pesquisa foi feita com 127 mulheres que estavam no terceiro trimestre de gestação. Andrea Edlow, especialista em medicina fetal e coordenadora do estudo, explicou: “Algumas das descobertas do nosso estudo podem ser tranquilizadoras para as mães contaminadas que estão com medo de passar coronavírus para os bebês no útero”.

De todas as participantes, 64 das gestantes testaram positivo para coronavírus e os médicos não encontraram evidências de que o vírus tenha sido transmitido para os bebês durante a gravidez. Mesmo estando presente no sistema respiratório das mães, a covid-19 não foi encontrado nem na placenta nem na corrente sanguínea dos filhos das pacientes.

O mesmo estudo também detectou que a taxa de transmissão de anticorpos é menor em relação ao que acontece com outros vírus, como Influenza. Os cientistas também ainda não sabem quanto tempo esses anticorpos duram no organismo dos bebês.