Estudo diz que surto de coronavírus deve “acabar” depois do Natal no Brasil

Os pesquisadores, no entanto, alertam que as previsões devem ser lidas com cuidado, estão sujeitas a alteração e não devem resultar em afrouxamento nas medidas de contenção

Resumo da Notícia

  • Universidade de Singapura prevê que último caso será registrado em 29 de dezembro
  • Data da projeção para o mundo como um todo é em 31 de dezembro
  • Especialistas afirmam que não voltaremos à normalidade de antes
Os pesquisadores alertam que os dados estão sujeitos a alteração e não devem resultar em afrouxamento nas medidas de contenção (Foto: Getty Images)

Segundo projeção do laboratório de inovação de dados da Universidade de Singapura, se o Brasil manter ritmo de aceleração da pandemia de covid-19, pode ver o fim do surto do novo coronavírus apenas após o Natal, em 29 de dezembro.

-Publicidade-

Os pesquisadores, no entanto, alertam que as previsões devem ser lidas com cuidado, estão sujeitas a alteração e não devem resultar em afrouxamento nas medidas de contenção. O estudo foi feito utilizando dados de pessoas contaminadas, suscetíveis e recuperadas do novo coronavírus, os pesquisadores projetam qual deve ser o comportamento da doença em diferentes países.

Observando padrões, foi possível supor quando a epidemia deve atingir o pico e chegar ao fim que, pela definição, seria o dia do último caso de infecção. Com o aumento no número de novos casos confirmados no Brasil nos últimos dias, a projeção inicial consultada pelo UOL na terça-feira, 5 de maio, previa o último caso para 29 de outubro, foi adiada em dois meses.

-Publicidade-

Em 28 de abril, antes do início da aceleração da pandemia, a previsão era de “fim” em 8 de julho. “A evolução da covid-19 não é completamente aleatória. Como outras pandemias, segue um padrão de ciclo de vida desde o surto até a fase de aceleração, ponto de inflexão, fase de desaceleração e eventual parada ou término”, afirma estudo.

Dados da Universidade de Singapura (Foto: Reprodução/ Portfólio)

Para o mundo, a previsão é de que o fim chegue no Réveillon, em 31 de dezembro, o que, na realidade pode indicar que a pandemia ainda deve se estender até o próximo ano, considerando margens de erro das projeções. De acordo com o gráfico, o pico de contaminação mundial ficou em abril.

 

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-