Estudo mostra que 55% dos pais sentem que falharam no primeiro ano de paternidade

O estudo feito pela WaterWipes acompanhou mais de 13.000 pessoas

Um estudo mostrou que muitos pais se frustram com a primeira experiência de paternidade (Foto: Getty Images)

Esqueça tudo aquilo que você viu nos filmes: a transição para a maternidade pode ser difícil e desordenada. Um estudo recente de 13.000 pais em todo o mundo descobriram que 55% sentem que estão falhando no primeiro ano de paternidade – e as mães são mais propensas a se sentirem assim do que os pais.

O estudo, feito pela WaterWipes como parte da campanha global This is Parenthood, mergulhou nas pressões que os novos pais enfrentam atualmente.

Uma dessas pressões é visualizar milimetricamente as imagens que os pais postam nas redes sociais. Metade dos pais americanos dizem que não se identificam com as fotos que veem em sites como Instagram e Facebook. Setenta por cento desses pais gostariam que houvesse uma representação mais honesta do que realmente é a paternidade nas mídias sociais e na cultura pop.

Alexandra Sacks, psiquiatra reprodutiva de Manhattan, tem como objetivo mostrar o que é a maternidade no podcast “Motherhood Sessions”. O programa tem conversas honestas com mães que estão encarando esse período.

“Ninguém quer ser uma mãe ruim, não importa quais sejam as circunstâncias”, diz a Dra. Sacks. “Acho que, como alternativa, todo mundo quer ser uma mãe perfeita, mas o problema em buscar o perfeccionismo é que ele é inatingível”.

Leia também:

Mãe e filha passam pela mesma cirurgia e compartilham cicatrizes idênticas: “Me senti inspirada”

Relato de padastro: “Minha experiência como pai postiço não poderia ter sido mais enriquecedora”

Relato de mãe: “O coração de uma mãe foi feito para quebrar e curar várias vezes. Não desista”