Estudo prova que pacientes curados do coronavírus desenvolvem anticorpos potentes contra doença

A pesquisa feita na China e divulgada na Nature Medicine traz esperança para o mundo, embora não dê para confirmar que quem é infectado uma vez não contrai novamente

Resumo da Notícia

  • Um estudo chinês trouxe esperança ao confirmar que pacientes curados do coronavírus desenvolveram anticorpos
  • Isso não garante imunidade total contra a doença, mas já é um grande passo
A notícia traz esperança para o mundo (Foto: Getty Images)

Mais um estudo feito na China trouxe notícias boas para o mundo. De acordo com a pesquisa publicada na Nature Medicine, os pacientes que foram infectados pelo coronavírus, mas se curaram, apresentaram anticorpos contra o vírus.

-Publicidade-

 

285 pessoas foram analisadas e os dados provaram que todas desenvolveram anticorpos contra o coronavírus, em alguns pacientes isso aconteceu após seis dias de sintomas e outros demoraram 20. Isso não significa proteção total contra doença, mas traz esperança

-Publicidade-

Os anticorpos apresentados foram do tipo imunoglobulina G, bastante potentes, que garantem a imunidade por um período maior, no melhor dos casos, durante toda a vida. O estudo foi encarado com otimismo pela medicina.

Fica a nossa torcida! Assim como para criação de uma vacina e tratamento oficialmente indicado para recuperar pacientes infectados. Por enquanto, a melhor medida continua sendo a prevenção, isolamento social e uso de máscaras para quem precisa sair.

-Publicidade-