“Eu tinha que proteger minha filha de alguma forma”, diz brasileira após terremoto na Turquia

Jéssica Sani contou que usou o próprio corpo como escudo para proteger a bebê de apenas 10 meses durante os momentos de terror. A família vive em Izmir

Resumo da Notícia

  • Jéssica Sani é brasileira e vive na Turquia com o marido e a filha de 10 meses
  • Ela contou que usou o próprio corpo como escudo para proteger a bebê durante os momentos de terror
  • A família vive em Izmir e está bem

A brasileira Jéssica Sani, de 35 anos e natural de Brasília, viveu momentos de tensão e terror durante o terremoto que atingiu a Turquia nesta sexta-feira, 30 de outubro, onde vive com a família. Casada com um turco e mãe de uma bebê de 10 meses, no relato, ela conta que só pensava em proteger a menina de alguma maneira. “Comecei a sentir um tremorzinho, bastante leve. Eu já tinha passado por terremoto antes, então achei que esse seria bem fraquinho. De repente começou tudo a chacoalhar forte”.

-Publicidade-

Jéssica mora no bairro de Bayraklı, um dos mais afetados e que fica em Izmir. “As paredes pareciam que eram feitas borracha, iam de um lado para o outro, o meu apartamento chacoalhava muito”, disse, segundo a Época. Ela disse que o tremor durou cerca de 30 segundos, mas que parecia uma eternidade.

Só pensava em proteger a filha bebê

“Eu peguei o edredom e enrolei minha filha nele. Tinha uma garrafa de água por perto e eu a coloquei dentro do meu casaco. Pensei: se desabar e a gente conseguir sobreviver pelo menos a gente tem água”, ela conta. Jéssica pensou muito rápido para agir e se proteger, mas principalmente para proteger a bebê.

-Publicidade-

Para isso, ela seguiu à risca as orientações dadas pelas autoridades e ficou posicionada embaixo do batente da porta, onde tem uma coluna, e se deitou sobre a filha, fazendo o seu corpo de escudo para a bebê. “Se algo caísse, cairia primeiro em cima de mim e o impacto nela seria menor. Eu chorava muito, fiquei bastante desesperada, mas logo passou”, lembra.

Na sequência, ela pegou a menina e desceu do prédio. “Nós ficamos lá embaixo, meu marido veio para casa aí começamos a nos dar conta do que tinha acontecido, a receber notícias. Tinha muita gente chorando na rua, barulho de ambulância para todos os lados, o desespero instaurado nas pessoas”.

Imagens do terremoto na Turquia (Foto: Reprodução / Twitter / @politikaloji)

Depois do susto

Com o bairro em alerta, a família foi para um abrigo improvisado em um parque público. Lá, puderam beber água e ter acesso à banheiro, além de alimentos disponibilizados pelo governo turco. “Nós ficamos no parque até umas 4h30, depois começou a chover e resolvemos ir para a casa da minha sogra, que é mais fácil de sair em caso de um novo terremoto”, detalhou.

O terremoto provocou uma elevação do nível do mar e provocou a inundação das ruas de Seferihisar, uma cidade turca situada no epicentro. Segundo a Época, 27 mortes foram confirmadas pelas autoridades turcas. Há ainda cerca de 800 pessoas feridas e ao menos 20 prédios na cidade de Izmir foram destruídos.

Veja o vídeo do momento do terremoto abaixo:

App Pais&Filhos

Tem novidade na área: o novo aplicativo Pais&Filhos Interativo! Agora você pode ler conteúdos exclusivos, feitos com muito carinho pela equipe da redação da Pais&Filhos com toda a credibilidade, comprometimento e bom humor de sempre, e ainda testar seus conhecimentos sobre os principais assuntos do universo da parentalidade.

Já que ninguém cria filho sozinho, a Pais&Filhos se enxerga como parte da sua rede de apoio e para isso, disponibilizamos no aplicativo informações de qualidade sobre todas as fases da vida da criança, seja você pai ou mãe, grávida, ou até mesmo se você ainda for tentante.

Além disso, a plataforma ainda oferece quizz de perguntas e respostas para você testar seus conhecimentos sobre os mais diversos assuntos deste universo. Ao fazer o teste, você acumula pontos, e de quebra pode trocar por prêmios.

O Pais&Filhos interativo está disponível para iOS e Android, basta acessar a PlayStore ou a Apple Store direto do seu celular, baixar e fazer seu cadastro.

-Publicidade-