Ex-paquita desabafa sobre filho não querer falar com ela há mais de 2 anos: “Muita raiva de mim”

Luise Wischermann teve que voltar do Canadá, onde o filho mora com o pai, para o Brasil para cuidar de uma esclerose múltipla

Resumo da Notícia

  • Luise está lutando contra uma esclerose múltipla
  • Ela desabafou sobre a atual relação com o filho, que está no Canadá
  • A ex-paquita disse que o filho está com raiva dela

Luise Wischermann teve que voltar do Canadá, local onde o filho mora com o pai, há dois anos por conta de um diagnóstico de esclerose múltipla. Agora no Brasil, a ex-paquita contou em uma entrevista à coluna de Patrícia Kogut, no “O Globo”, que tentou conseguir o direito de trazer o filho para cá

-Publicidade-

“Tem sido muito difícil. O Oliver não atende telefone, não responde aos meus emails, não quer falar comigo. A madrasta dele faz o que pode, me manda notícias e fotos. Mas ninguém se mete na vida da criança no Canadá. Ninguém faz um esforço para o relacionamento acontecer”, lamentou.

Luise Wischermann está em uma luta contra a esclerose múltipla (Foto: Reprodução / ISTOÉ)

“Eu expliquei: ‘Meu amor, fui embora porque tenho uma doença séria. Estava sozinha no Canadá, precisava da minha família, das pessoas que gostam de mim. Tentei levar você comigo, mas o juiz achou melhor você ficar lá, apesar de ter nascido no Brasil’. E perguntei: ‘Como assim fui embora?’. E ele disse: ‘É porque você roubou todo o dinheiro do meu pai e foi embora’. Eu disse: ‘Como assim?’ Fui importadora das Havaianas no Canadá durante cinco anos. Eu trabalhava. O dinheiro que eu tinha usei para pagar advogado’. Ele já chegou com muita raiva de mim, querendo briga”, continuou.

Mesmo tendo tido um divórcio amigável, Luise alega que não tem mais nenhum tipo de contato com o ex-marido e pai do filho. Por esse motivo, ela decidiu pedir ajuda ao Observatório da Alienação Parental e pretende voltar ao Canadá este ano para resolver a questão.