Ex-vereador é acusado de matar a tiros esposa grávida de 8 meses

George Passos Santana chegou a levar mãe e bebê até o hospital, porém a dupla não resistiu. O político não possuí porte de arma liberado.

Resumo da Notícia

  • George Passos Santana é suspeito de ter assassinado esposa e filho
  • Jéssica Regina Macedo Carmo estava grávida de 8 meses
  • O político não possuí porte de arma

O ex-vereador George Passos Santana, de 41 anos, está sendo acusado de ter matado a esposa grávida de 8 meses, a biomédica Jéssica Regina Macedo Carmo, de 31 anos de idade. O caso aconteceu neste último sábado, dia 05 de fevereiro, na cidade de Santo Estevão, a 150 km de Salvador.

-Publicidade-

De acordo com o político, conhecido apenas como George Breu, o disparo feito por meio de espingarda foi acidental e ocorreu durante uma discussão do casal. Á polícia, o acusado conta que a companheira acreditava que ele a “largaria” a qualquer momento, e que se mostrava “insegura”.

George Breu e Jéssica Regina Machado do Carmo
George Breu e Jéssica Regina Machado do Carmo (Foto: Reprodução Redes sociais)

O suspeito, que trabalha como chefe de gabinete do prefeito Rogério Costa (PT), se apresentou espontaneamente à DH (Delegacia de Homicídios) da cidade vizinha de Feira de Santana, mas acabou sendo liberado no mesmo dia.

Segundo informações do portal de notícias UOL, George Passos Santana chegou a levar a esposa para o hospital, onde ela realizou uma cirurgia de emergência, mas tanto ela quanto seu bebê não resistiram.

A arma que efetuou os tiros já foi apreendida pela polícia e segue em perícia. O ex-vereador não possui porte de armas autorizado. Heitor, filho de Jéssica, nasceria ainda neste mês. Ela também deixa uma filha de 6 anos de idade, que mora com a avó materna.