“Faleceram 11 pessoas da minha família”, diz morador do Grande Recife após deslizamento de terra

Luiz Estevão Aguiar desabafou sobre a tragédia que atingiu sua família e demais pessoas da região

Resumo da Notícia

  • Morador do Grande Recife contou que perdeu 11 pessoas de sua família por conta de deslizamento de terra na região
  • Ele desabafou sobre o que aconteceu com sua família e demais pessoas moradoras dos bairros em que houve os deslizamentos
  • Até o momento, foi contabilizado 30 mortes

Neste domingo, 29 de maio, o Corpo de Bombeiros, Exército e moradores buscam por pessoas que desaparecerem em decorrência dos deslizamentos de barreiras que aconteceram no último sábado, 28 de maio. O caso aconteceu devido às fortes chuvas em Grande Recife.

-Publicidade-

Segundo informações do g1, houve cerca de 30 mortes na região, 11 delas, são familiares de Luiz Estevão Aguiar. Em depoimento, ele falou sobre o acontecimento: “Faleceu minha irmã, meu cunhado, faleceram 11 pessoas da minha família, foi difícil. Difícil mesmo. Não esperava isso”, desabafou.

Segundo ele, que é morador de  Camaragibe, os familiares foram vítimas do deslizamento de terra em Jardim Monte Verde, área limítrofe entre o Recife e Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana. No local, cerca de 20 pessoas morreram soterradas. Ainda têm pessoas desaparecidos em maio aos escombros.

Deslizamento de terra no Grande Recife
Deslizamento de terra no Grande Recife (Foto: Reprodução / TV Globo)

Ainda de acordo com o jornal, o Corpo de Bombeiros disse que atende ocorrências em 14 localidades. Dentre esses, a Rua Padre Roma, em Jaboatão, onde há cinco pessoas desaparecidas. Já em outro ponto, é a Rua Paraná, em  Santo Aleito, na mesma cidade.

Teve deslizamento também na Estrada dos Macacos, na Guabiraba, Zona Oeste do Recife. No local, tem uma vítima desaparecida, de acordo com o Corpo de Bombeiros.