Família de bebê com doença degenerativa tenta arrecadar mais de R$ 1 milhão para tratamento

Helena é uma menina de apenas 3 meses que foi diagnosticada com Atrofia Muscular Espinhal (AME) tipo um, uma doença degenerativa cujo remédio para o tratamento está entre os mais caros do mundo

Resumo da Notícia

  • Uma família está tentando arrecadar R$1,3 milhão para custear o tratamento da filha
  • Helena, de 3 meses, foi diagnosticada com AME
  • Essa é uma doença que compromete os neurônios responsáveis pela coordenação motora e também respiratória

Aos 3 meses de vida, Helena Vendrameto Nogueira foi diagnosticada com Atrofia Muscular Espinhal (AME) tipo um. Essa é uma doença degenerativa que compromete os neurônios responsáveis pela coordenação motora e também respiratória.

-Publicidade-

O medicamento para tratar essa doença está entre os mais caros do mundo. Os pais da menina, para conseguir o dinheiro no valor de R$1,3 milhão, começaram uma campanha virtual. “Se não tratada, a doença pode avançar e atrofiar outros membros. Graças à ajuda das pessoas, ela tem tomado um medicamento que custa cerca de R$ 60 mil”, explica Alessandra Vendrameto ao G1.

“Apesar disso, temos outros gastos. Semanalmente, a Helena passa por cinco sessões de fisioterapia com especialista”.  Com tantos gastos, ela e o marido lançaram uma campanha virtual para conseguir arrecadar mais dinheiro e continuar o tratamento da filha.

Família começa campanha para arrecadar dinheiro para remédio que combate AME
Família começa campanha para arrecadar dinheiro para remédio que combate AME (Foto: Reprodução Arquivo Pessoal / G1)

Por enquanto, o casal conseguiu arrecadar somente 18% do valor necessário para manter os custos do remédio e tratamento fisioterápico da filha. Com isso, pessoas que se solidarizaram com a causa de Alessandra começaram a montar eventos comunitários – outros entram em contato com a família pelo telefone (15) 99726-1381.

“Para ajudar, alguns comerciantes ofereceram serviços e produtos como cursos de inglês, sessões de estética, camisa de futebol e produtos de beleza, entre outros. Tivemos uma comoção muito grande e decidimos fazer um evento, com bingo e leilão. Todo o dinheiro arrecadado foi direto para a ‘caixinha’ da Helena”.