Família de jovem de 23 anos morta pelo marido consegue a guarda do filho mais velho da vítima

A decisão foi tomada na última sexta-feira, dia 29 de julho. O menino de um ano e 10 meses havia sido levado pelo pai para a casa dos avós paternos, e a família materna acionou o Conselho Tutelar

Resumo da Notícia

  • O pai que assassinou a esposa de 23 anos e o filho mais novo levou o outro filho para a casa dos avós paternos
  • A família materna acionou o Conselho Tutelar para poder ter a guarda da criança
  • Na última sexta-feira, dia 29 de julho, a família da vítima ganhou a guarda do menino

Na noite da última sexta-feira, dia 29 de julho, a família da jovem de 23 anos que havia sido morta junto com o filho de três meses pelo marido conseguiu a guarda do filho mais velho da vítima, de um ano e 10 meses.

-Publicidade-

Segundo o Portal da Cidade Brusque, o advogado da família de Jéssica Mayara Ballock, Paulo Fernando Gruber, afirmou que a família materna da criança havia conseguido a guarda dela após acionar o Conselho Tutelar. Ele explicou: “Foi feito um pedido de reconsideração por parte da defesa dos avós maternos no processo que corre na comarca de Bueno Brandão. A gente fez um pedido de reconsideração, para que a juíza reconhecesse que a competência fosse da comarca de Blumenau e que encaminhasse a guarda do menino aos avós maternos”.

A família contou que já havia alertado a jovem sobre o homem
A família contou que já havia alertado a jovem sobre o homem (Foto: Reprodução/ Record TV Santa Catarina)

Além disso, o advogado contou que a decisão foi logo encaminhada para Minas Gerais: “Tanto o Ministério Público de Blumenau quanto o juízo de Blumenau se manifestaram favorável ao nosso pedido. Deram uma decisão que a competência é de Blumenau. Determinou a guarda provisória dos avós maternos”.

Agora, os avós paternos tem 24 horas para acatar a decisão jurídica: “A partir do momento que ela [a avó paterna] for intimada, tem o prazo de 24 horas para entregar a criança de forma voluntária. Se não entregar, o juízo faz um mandado de busca e apreensão”, afirmou Paulo Fernando.

Vote na Pais&Filhos para o Troféu Mulher Imprensa! 

Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos, está concorrendo ao prêmio da categoria Pertencimento e Inovação da 16ª edição do Troféu Mulher Imprensa! Para votar, é muito simples: CLIQUE AQUI e aperte o botão ao lado da foto da Andressa para que ele fique azul. Em seguida, preencha o campo com seus dados e vá até seu email: será preciso confirmar o seu voto clicando em um link. Depois disso, sucesso! Seu voto já foi contabilizado. Obrigada!
Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos está concorrendo ao Troféu Mulher Imprensa
Andressa Simonini, editora-executiva da Pais&Filhos está concorrendo ao Troféu Mulher Imprensa (Foto: Divulgação/Pais&Filhos)

Assista agora o POD&tudo com Marcos Piangers e Ana Cardoso! Em um bate papo muito divertido, eles falam da estreia do filme “O Papai é Pop”, inspirado no best-seller de Piangers, interpretado por Lázaro Ramos e Paolla Oliveira, que estreia no próximo dia 11 de agosto.