Família decide antecipar o Natal para que animal de estimação doente aproveitasse a data

O cachorro da família estava com complicações de saúde que o impossibilitaria de comemorar em vida o Natal ao lado dos donos

Resumo da Notícia

  • Scooby estava doente e não sobreviveria para comemorar o dia 25 de dezembro
  • A família do animal decidiu antecipar o Natal para que ele aproveitasse a última festa de sua vida
  • O Natal era a festa favorita do cachorro

A britânica Molly Bradshaw, residente em Bedfordshire, na Inglaterra, decidiu antecipar para novembro a comemoração do dia 25 de dezembro devido uma causa nobre: o cachorro da família, Scooby, estava cada vez mais doente e não conseguiria estar presente em vida para o Natal deste ano.

-Publicidade-

O animal de estimação da família estava sofrendo com complicações de saúde, e por isso Molly precisava ficar ao lado dele 24 horas por dia. Ainda segundo a dona, inicialmente o cachorro começou a desenvolver problemas na coluna, que se agravaram até chegar a perda da visão, falta de audição e demência.

Scooby aproveitou o último Natal de sua vida
Scooby aproveitou o último Natal de sua vida (Foto: Reprodução Molly Bradshaw)

Mas foi durante uma viagem em família para a Flórida que Molly percebeu que Scooby não resistiria para comemorar a sua celebração do ano favorita. “Assim que vi Scooby, soube que algo estava errado e fiquei muito preocupada que ele não chegasse ao Natal. Foi aí que surgiu a ideia de trazer o Natal para Scooby”, disse ela para a ABC News.

De acordo com a dona, o falecido cachorro adorava comemorar o Natal em casa com os donos porque aproveitava ao máximo todos os benefícios desta data. “Scooby ganhava presentes todos os anos e sobras de assado, então ele sempre gostava e fazia parte das comemorações”, revelou.

Na intenção de criar a última festa inesquecível para o cachorro, Molly antecipou o Natal em casa: “Amigos ajudaram a decorar a casa com enfeites, correntes de papel, a árvore, um livro de regras de Natal e flocos de neve pendurados no teto. Com as canções de Natal berrando, Scooby foi o centro da celebração o tempo todo” , concluiu a dona.