Família é obrigada comer fast food após fogão de casa quebrar: “Não temos dinheiro para consertar”

Sophie Murphy afirma que seu marido e seus dois filhos estavam com um micro-ondas emprestado, AirFryer e fogão de acampamento depois que o forno quebrou antes do Natal

Resumo da Notícia

  • Uma família está sofrendo com comidas não saudáveis
  • A mãe contou que a resistência do forno queimou
  • Porém o serviço nunca arruma o eletrodoméstico então a família vive de fast food

Uma mãe se pronunciou depois que sua família foi forçada a viver de batatas fritas, nuggets de frango e macarrão por seis semanas enquanto esperavam que o conselho consertasse a fiação de seu forno. Sophie Murphy afirma que seu marido e seus dois filhos estavam com um micro-ondas emprestado, AirFryer e fogão de acampamento depois que o forno quebrou antes do Natal.

-Publicidade-

A vendedora de 31 anos, cujo os filhos têm 4 e 12 anos, disse que a família “não pode se dar ao luxo” de continuar comprando comida para viagem em meio à espera de seis semanas. Ela disse que o fogão parou de funcionar depois que um fusível explodiu na segunda-feira, 20 de dezembro.

Um funcionário da Câmara Municipal de Birmingham, Inglaterra, chegou à sua casa em Kings Norton na véspera de Natal, mas depois de perceber que era um trabalho maior do que o esperado, pois a fiação estava com defeito, ficou quebrada e com a parte elétrica exposta.

Sophie disse ao Birmingham Live: “Eu tive que pedir emprestado um microondas porque eu não tinha um. Eu tive que comprar um fogão de duas bocas que você usa para acampar para ferver coisas. Na primeira semana tivemos que ter ajuda de vizinhos e alguém me emprestou seu micro-ondas, tive que pedir emprestado a Air Fryer de alguém para fazer as batatas fritas.”

A resistência do forno queimou
A resistência do forno queimou (Foto: Reprodução/The Mirror)

“Basicamente, acabamos de fazer batatas fritas, nuggets de frango, macarrão – e isso é tudo o que você pode realmente cozinhar sem um forno”. Nos fins de semana, ela tem que tentar cozinhar sem forno para cinco filhos, já que os outros três filhos de seu marido se juntam a eles por algum tempo.

“Estou muito estressada e chateada com a situação. Eu não posso pagar por um eletricista e estou lutando para alimentar meus filhos há cinco semanas”, disse Sophie, cujo marido também trabalha no varejo. “Tenho dois filhos e meu marido tem três que vem no fim de semana, então estou tentando cozinhar para sete pessoas.

“Estamos pagando por takeaways (restaurante que faz marmita) coisas assim, mas eu disse ao conselho ‘há apenas alguns takeaways que podemos comprar’. Nós não ganhamos muito dinheiro com o trabalho, obviamente, apenas sobrevivemos, então não podemos continuar vivendo de delivery.”

“O conselho disse que enviaria um e-mail para que alguém fizesse o trabalho. Eles disseram: ‘Alguém entrará em contato com você em 24 horas e nunca o fará.’ A Câmara Municipal de Birmingham disse que sairia nesta terça-feira, mas apenas para dar uma olhada primeiro.”

O conselho se desculpou pelos problemas e prometeu garantir que fosse ‘substituído o mais rápido possível’. Um porta-voz da autoridade disse: “Lamentamos os problemas causados ​​pela falha em reparar o fogão quebrado dos inquilinos. Um oficial de habitação garantirá que seja substituído o mais rápido possível.”