Família encontrada sem vida de forma misteriosa nos EUA tem causa de morte revelada

O caso chocou o mundo depois que um casal jovem, uma bebê e até mesmo o cachorro do grupo foram encontrados sem vida e sem causa de morte aparente Vale do Devil’s Gulch, nos EUA

Resumo da Notícia

  • Família encontrada sem vida de forma misteriosa tem causa de morte revelada
  • O caso aconteceu no Vale do Devil's Gulch, parque nos EUA
  • Jonathan Gerrish, de 45 anos, Ellen Chung, de 30 anos, a filha do casal, Aurelia Miju Chung-Gerrish, de um ano, e o cachorro Oski foram encontrados sem vida no local

Mistério revelado! As autoridades finalmente descobriram a causa de morte da família encontrada sem vida de forma misteriosa em um parque nos Estados Unidos. Os corpos de Jonathan Gerrish, de 45 anos, Ellen Chung, de 30 anos, a filha do casal, Aurelia Miju Chung-Gerrish, de um ano, e o cachorro Oski foram achados sem sinais de violência e sem vida em agosto deste ano – e o caso chocou o mundo todo.

-Publicidade-

O xerife responsável pelo caso na Califórnia, Estados Unidos, afirmou que muito provavelmente o calor e a desidratação do grupo levaram a sua morte. O anúncio da causa de óbito foi feito após 2 meses que os corpos foram encontrados.

Jonathan e Ellen eram jovens e saudáveis
Jonathan e Ellen eram jovens e saudáveis (Foto: Reprodução/ Instagram)

No último dia 21 de outubro, Gabinete do Xerife do Condado confirmou que a família tinha sido encontrada junto de um galão de 2,5 litros de água – mas que ele estava vazio. Não haviam garrafas de água e outros meios de hidratação próximos a família. Além disso, os termômetros daquele dia chegaram a marcar 42 ºC no local do passeio.

O trabalho para descobrir a causa de morte de Jonathan, Ellen, Miju e Oski foi feito por uma série de especialistas – que consideraram diversas hipóteses para o fim trágico da família. Eles já haviam descartado morte por raio, monóxido de carbono, dióxido de carbono, cianeto, drogas ilegais, álcool, arma “ou qualquer outro tipo de armamento” ou suicídio.

A área que o grupo estava não contava com serviço telefônico. Mesmo assim, a polícia e o FBI estão trabalhando juntos para tentar acessar os telefones celulares do casal.

Relembre o caso

Uma família foi encontrada morta sem vestígio algum de agressão em meio a uma trilha no parque Nacional de Sierra, conhecida como Devil’s Gulch, na Califórnia. Os corpos de Jonathan Gerrish, de 45 anos; Ellen Chung, de 31 anos; da filha do casal, Miju, de 1 ano e até mesmo do cachorro do grupo, Oksi, foram encontrados.

A polícia se surpreendeu com a cena, e agora vasculha os celulares do casal para entender melhor a história por trás do crime. De acordo com Jeremy Briese, xerife do condado, esse procedimento tenta revelar se Jonathan ou Ellen fizeram alguma ligação ou gravaram algum recado antes de morrer.

Jonathan, Ellen e Miju foram encontrados em uma trilha
Jonathan, Ellen e Miju foram encontrados em uma trilha (Foto: Reprodução/ Instagram)

“Procuramos por toda parte em busca de qualquer coisa que possa nos dar uma pista do que ocorreu”, disse. “Basicamente, é desconcertante e temos que trabalhar com diferentes cenários em busca de respostas”, declarou, para o The Times of London.

Conforme relatado pela polícia, a pequena Miju foi encontrada dentro de uma bolsa canguru ao lado do pai – mas não estava amarrada. Ellen estava a alguns metros de distância, e o cachorro do grupo estava deitado ao lado do bebê.

Até o cachorro da família foi encontrado
Até o cachorro da família foi encontrado (Foto: Reprodução/ Instagram)

Possibilidade de homicídio já foi descartada pela investigação – bem como envenenamento por algas. “Inicialmente pensamos nessa possibilidade, mas quando nos deparamos com a família sem causa aparente de morte, sem uma arma por perto, sem bilhete de suicídio, temos que considerar todas as opções. Agora que já se passaram cinco dias, não estamos mais considerando o homicídio como causa de morte”, informou Kristie Mitchell, porta voz do caso, para o Fox News.

Algumas das próximas suspeitas da polícia incluem picadas de cascavel – mesmo que não hajam indícios – e até mesmo uma mortal onda de calor. “Trabalho aqui há 20 anos e nunca vi um caso como este”, disse o xerife. “Você tem dois adultos saudáveis, uma criança saudável e o que parece ser um cão saudável, todos encontrados mortos na mesma área”. A polícia segue esperando os resultados das autópsias.