Família faz vaquinha para levar cinzas de filho que queria ser astronauta para a Lua

A Celestis Memorial Spaceflight, empresa responsável por realizar o serviço, cobra US$ 12,5 mil para enviar uma cápsula à Lua

Resumo da Notícia

  • Uma família fez uma vaquinha para juntar dinheiro para levar à Lua cinzas do filho falecido que queria se tornar astronauta
  • A Celestis Memorial Spaceflight, empresa responsável por realizar o serviço, cobra US$ 12,5 mil para enviar uma cápsula à Lua
  • A mãe de Matthew contou na página de arrecadação, que o plano inicial do menino era de ser um piloto, para então, depois, tornar-se astronauta

Após o falecimento de Matthew Liam Gallagher, de 11 anos, a família fez uma vaquinha a fim de realizar um dos grandes sonhos da criança: viajar ao espaço. Conforme aponta reportagem do portal jornalístico g1, o menino morreu em maio, e foi encontrado inconsciente pela mãe no meio da noite. Filho de um oficial da marinha norte-americana, Matthew nasceu em 2011 em uma base naval localizada na Califórnia. Desde os cinco anos de idade, ele sonhava em se tornar astronauta.

-Publicidade-

Agora, os pais tentam arrecadas recursos por meio da plataforma gofundme, para levar as cinzas do garoto à Lua, e concretizar o sonho da criança de ir ao espaço. A princípio, a meta de 14 mil dólares foi superada, tornando cada vez mais perto da “missão espacial” ser realizada.

(Foto: Reprodução)

A Celestis Memorial Spaceflight, empresa responsável por realizar o serviço, cobra US$ 12,5 mil para enviar uma cápsula à Lua, em uma container com a gravação do nome completo da criança. Além disso, o serviço inclui a criação de uma site memorando ao falecido, uma mensagem de dedicatória na nave para homenageá-lo e uma segunda missão de cortesia, caso a primeira dê errado.

A empresa responsável por realizar o serviço, cobra US$ 12,5 mil para enviar uma cápsula à Lua (Foto: Reprodução / NASA)

Ademais, a gravação profissional do momento em vídeo, uma certificado do voo espacial memorial que ateste a conclusão do voo e um distintivo personalizado e projetado exclusivamente para cada lançamento espacial – também poderão ser adquiridos pela família de Matthew.

Na página de arrecadação, a mãe de Matthew, a Cori Gallagher, contou que o plano inicial do menino era de ser um piloto, para então, tornar-se astronauta. “Ele era totalmente obcecado por aviões de guerra. Era capaz de apontar todos eles em shows aéreos, resumia como que cada um deles era usado e qual tecnologia os substituiu com o passar do tempo”, disse.