Família morre de Covid-19 após mãe esconder que estava infectada

Os cinco membros da família foram infectados após o diagnostico da mãe. O caso aconteceu em Táriba, na Venezuela

Resumo da Notícia

  • Família morreu após a mãe esconder que estava com Covid-19
  • Além dela, o marido e os três filhos foram vítimas do vírus
  • O caso aconteceu em Táriba, na Venezuela

Em dezembro de 2020, uma família inteira morreu, vítima de Covid-19, após a mãe, Verónica García Fuentes, de 36 anos, ser diagnosticada com o vírus antes de todos e não contar para ninguém. O caso aconteceu em Táriba, na Venezuela.

-Publicidade-

A mulher apresentou os sintomas do vírus desde a segunda semana de dezembro. Ela foi ao hospital e testou positivo para a Covid-19. Com receio da reação da família, ela escondeu o resultado e se isolou em casa, afirmando que era somente uma gripe. O marido, José Antonio Gómez, de 33 anos e os três filhos Nicol Verónica Gómez García, de 17 anos, Jhoneider Stiven e Jhoneiker Enmanuel Gómez García, de 4, foram todos infectados e mortos.

Família é diagnosticada com Covid-19
Família é diagnosticada com Covid-19 (Foto: Getty Images)
Pai é impedido de ver o filho por não tomar vacina da Covid-19
Pai é impedido de ver o filho por não tomar vacina da Covid-19 (Foto: Getty Images)

De acordo com a Dra. Amelia Fressel, única autoridade sanitária do estado de Táchira, é importante se apresentar a um posto de saúde mais próximo após apresentar sintomas de gripe. “Pode ser uma simples gripe, mas vá ao posto de saúde mais próximo , público ou privado. Você fica em casa e quando a doença se complica, a doença progrediu muito e isso está acontecendo e estamos observando que as pessoas, saindo da ambulância, muitas morrem porque já têm um comprometimento pulmonar muito grande e obviamente nada pode ser feito”, disse.

Quando toda a família de Veronica apresentou sintomas gripais, foram submetidos ao teste de PCR e testaram positivo para o vírus. No dia 18 de janeiro, a mãe faleceu e em seguida, o pai. A doença também foi se agravando para os filhos, que faleceram dentro de 42 dias.