Família real retira todos os pertences de príncipe Harry e Meghan Markle de mansão no palácio

Atualmente, a antiga residência de Harry está sendo habitada por sua prima, Princesa Eugenie

Resumo da Notícia

  • Os pertences de Príncipe Harry e Meghan Markle que ficaram no Reino Unido foram retirados da Frogmore Cottage
  • O casal morou na mansão real entre 2019 e o começo de 2020, quando se mudaram para os Estados Unidos
  • Os funcionários da Família Real retiraram todos os pertences do local e os levaram para um depósito

Parece que agora não tem mesmo volta. Os pertences de Príncipe Harry e Meghan Markle que ficaram no Reino Unido foram retirados da Frogmore Cottage, mansão real em que o casal morou entre 2019 e o começo de 2020, quando se mudaram para os Estados Unidos.

-Publicidade-
Pertences de Príncipe Harry e esposa Meghan Markle foram retirados da Frogmore Cottage (Foto: Getty Images)

Segundo o jornal The Sun, os funcionários da Família Real retiraram todos os pertences que faltavam de Harry e Meghan do local e os levaram para um depósito. A mudança foi feita após a última visita do Príncipe ao Reino Unido, em que ele participou da inauguração de uma estátua em homenagem à mãe Diana no começo de julho.

Segundo o jornal The Sun, os funcionários da Família Real retiraram todos os pertences restantes de Harry e Meghan do local e os levaram para um depósito. A mudança foi feita após a última visita do Príncipe ao Reino Unido, em que ele participou da inauguração de uma estátua em homenagem a sua mãe Diana no começo de julho.

(Foto: Reprodução /CBS)

“A equipe do Castelo de Windsor esteve em Frogmore poucos dias depois que Harry voou de volta para a Califórnia. Eles limparam seus pertences pessoais, como fotos emolduradas que ele havia deixado para trás no antigo quarto com Meghan”, revelou uma fonte à publicação.

A fonte ainda destacou que Harry ficou hospedado em um quarto isolado na mansão durante sua última visita, já que a residência agora está sendo habitada por sua prima, Princesa Eugenie, com seu marido Jack e o filho August. “Harry estava hospedado em uma extremidade da residência, separado de Eugenie e sua família. Ele ficou no seu antigo quarto, que havia sido deixado praticamente intocado desde sua mudança”, completou a fonte.

Os irmãos encomendaram, juntos, a estátua da mãe – que completaria 60 anos em 2021 (Foto: Reprodução)

Estátua em homenagem à princesa Diana

O Príncipe Harry e o Príncipe Willian voltaram a se encontrar no dia 1 de julho, depois de meses sem se ver. Os dois se encontraram durante a inauguração de uma estátua feita em homenagem à Diana, mãe dos dois, que faleceu  em um acidente de carro em 1997. A inauguração da estátua, que fica nos jardins do Palácio de Kensington, faz parte das comemorações do ano em que a princesa completaria 60 anos.

Os irmãos chegaram ao local sorrindo e conversando e logo pararam para beijar e cumprimentar os tios: Charles, o conde Spencer; Jane Fellowes, baronesa Fellowes; e Lady Sarah McCorquodale. Conforme apontado pelo UOL, ao se aproximarem da estátua, Willian perguntou ao irmão se ele estava pronto e, juntos, os dois revelaram a imagem de Diana abraçada a duas crianças, que foi recebida com palmas pelo seleto grupo de convidados presentes.

Príncipe Harry e William voltam a se encontrar em homenagem à Diana (Foto: reprodução Twitter)

Apesar dos problemas envolvendo à Família Real e o longo período que William e Harry passaram sem se falar, o jornal britânico The Sun avaliou esse reencontro como amistoso e apontou, ainda, que eles “pareciam mais próximos do que nunca”.

“Todos os dias, desejamos que ela ainda esteja conosco, e nossa esperança é que esta estátua seja vista para sempre como um símbolo de sua vida e de seu legado”, escreveram os dois, em um comunicado sobre o lançamento. “Hoje, no que seria o 60º aniversário de nossa mãe, nós nos lembramos de seu amor, força e caráter — qualidades que a tornaram uma força para o bem em todo o mundo, mudando inúmeras vidas para melhor”, completaram.