Família reencontra filha 18 anos após ser sequestrada por uma enfermeira: “Nunca desista”

A história aconteceu na Flórida, Estados Unidos, Kamiyah Mobley conviveu a vida inteira com os parentes da sequestradora e não fazia ideia do que tinha acontecido com ela na infância

Resumo da Notícia

  • Enfermeira sequestra garota logo após nascimento
  • 18 anos depois, a família biológica consegue achar a garota
  • Ela foi criada pela família da enfermeira e não desconfiava da verdadeira identidade
  • Após encontrar a família biológica, Kamiyah passou por uma série de dificuldades para aceitar sua história 
Família reencontra filha 18 anos após ser sequestrada: “Nunca desista” (Foto: Getty Images)

Craig Aiken e Shanara Mobley mal puderam se animar com a entrada da nova integrante da família que logo tiveram uma notícia drástica. A filha, Kamiyah Mobley, foi levada pela enfermeira Gloria Williams do University Medical Center em Jacksonville, Flórida, pouco tempo após nascer. 

-Publicidade-

A garota passou boa parte da sua vida acreditando que seu nome era Alexis Kelly. Ela foi criada pela enfermeira, que agora está presa, e pelo ex-companheiro Charles Manigo – que afirma que não fazia ideia de que Kamiyah não era filha dele.

Uma série de denúncias levou policiais à porta de Williams em 2016, 18 anos após o nascimento da garota, e testes de DNA revelaram que os verdadeiros pais de Kamiyah eram Craig Aiken e Shanara Mobley. Em entrevista ao site norte-americano The Sun, Craig disse: “Tudo que eu queria era encontrar minha filha. Você só quer que o pesadelo termine”. 

-Publicidade-

O pai, produtor musical, estava preso por uma pequena acusação de drogas na época do sequestro de Kamiyah. Ele descobriu que sua filha havia sido sequestrada ao mesmo tempo que soube do nascimento dela. Craig e Shanara se separaram logo após o nascimento de Kamiyah, quando o estresse de seu desaparecimento pressionou o relacionamento deles.

Craig disse que os dois foram tratados como suspeitos pelos policiais, que, segundo ele, perderam tempo olhando para ele e para a parceira quando deveriam estar procurando a bebê. Depois que descobriu sua verdadeira identidade, Kamiyah criou um relacionamento tenso com a mãe biológica, pela dificuldade em acreditar que a enfermeira Williams, com quem sempre conviveu, fosse uma criminosa.

No momento da prisão da sequestradora, Kamiyah disse: “Minha mãe não é criminosa”. Em uma publicação no Facebook momentos depois do ocorrido, ela escreveu: “Minha mãe me criou com tudo o que eu precisava e acima disso, tudo o que eu queria”, ela escreveu. “Os ignorantes não vão entender.”

Comovida com toda a situação, a mãe biológica Shanara chegou a dizer a Kamiyah que ela precisava escolher entre ela e Willians. Hoje, 4 anos após descobrir a verdadeira identidade, a garota tem procurado se aproximar da família biológica. “Eu sou a prova de que, eventualmente, encontraremos o caminho de volta para casa”, disse a garota ao site norte-americano The Sun.

Após tudo que passaram, a família sempre que pode manda mensagens de força para aqueles que vivem histórias parecidas, como a família McCann, cuja história virou um documentário. “Nunca desista, a  Maddie um dia fará o mesmo.”, disse Shanara à Kate e Garry McCann.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

 

-Publicidade-