Família encontra filho desaparecido depois de 14 anos de buscas na China – confira vídeo emocionante

O jovem Sun Zhuo foi levado aos 4 anos de idade por um sequestrador que ofereceu doces e um brinquedo quando criança

Resumo da Notícia

  • Pais reencontram filho desaparecido na China após 14 anos de buscas;
  • Inicialmente, a polícia não apoiou a família nas investigações;
  • A família ofereceu uma recompensa em 200 mil yuan para quem encontrasse Sun Zhou.

A história que inspirou o filme “Dearest”, de 2014, enfim ganhou seu final feliz. Após 14 anos procurando pelo filho sequestrado na cidade de Shenzhen, na China, os pais o encontraram. A história que inspirou o filme “Dearest”, de 2014, enfim ganhou seu final feliz. Sun Zhuo desapareceu aos 4 anos de idade, em 2007, após um homem lhe oferecer um brinquedo e doces. Assista ao reencontro emocionante aqui!

-Publicidade-

O pai, Sun Haiyang, e a mãe, Peng Siying, não receberam apoio da polícia para iniciar as investigações em 2007, por isso, iniciaram uma busca por conta própria, oferecendo uma recompensa de 200 mil yuan (R$ 176 mil na cotação atual) por informações sobre o filho Sun Zhuo.

Sun Haiyang e Peng Siying reencontram filho desaparecido aos 4 anos de idade
Sun Haiyang e Peng Siying reencontram filho desaparecido aos 4 anos de idade (Foto: Reprodução/South China Morning Post)

Após uma longa espera, a polícia da China abriu a investigação para descobrir onde poderia estar a criança desaparecida. Ao longo dos anos, os pais receberam inúmeras informações falsas sobre o paradeiro do filho, descartando todas as hipóteses após testes de DNA.

Mas neste ano, a polícia de Shenzhen, com ajuda da tecnologia, confirmou que o filho desaparecido vivia em Shandong, no leste da China, com pais adotivos. A descoberta se deu por uma tecnologia de reconhecimento facial, que identificou o suspeito, também acusado de outro sequestro infantil.

Em entrevista à emissora China Central Television, Sun Zhuo disse que não pretende viver com os pais biológicos, já que os adotivos cuidaram dele por mais de dez anos, mas reforçou que agora tem duas famílias. “Eu tenho uma nova casa agora, mas ambos são meus pais”, contou o jovem.