Famosos usam as redes sociais para postar mensagens de indignação contra a juíza que negou aborto para criança que foi estuprada

O caso repercutiu na imprensa e a hashtag (#criançanãoémãe) ganhou força nas redes sociais desde a última segunda-feira

Resumo da Notícia

  • Uma enxurrada de mensagens rechaçando a juíza, que negou o aborto a uma criança que foi estuprada, invadiu a web essa semana
  • Famosos e artistas também postaram  nas redes sociais sua indignação
  • A atriz Taís Araújo e as cantoras Daniela Mercury e Zelia Duncan usaram a #criançanãoémãe para se pronunciar

Uma enxurrada de mensagens rechaçando a juíza, que negou o aborto a uma criança que foi estuprada, invadiu a web essa semana. Famosos e artistas também postaram  nas redes sociais sua indignação.

-Publicidade-

A juíza catarinense Joana Ribeiro Zimmer, negou aborto para uma criança de 11 anos que foi estuprada, em uma cidade na Grande Florianópolis. A menina, que foi vítima de abuso sexual descobriu que estava grávida, na 22ª semana, e foi encaminhada a um hospital de Florianópolis, onde teve o procedimento de aborto negado. Em audiência sobre a caso a juíza não autorizou o procedimento e fez diversas perguntas para a criança tentando convencê-la de desistir o aborto. “Eu queria saber como você está se sentindo em relação à gravidez, me conta. Tá bem? Sente dor? Tu sente dor do bebê mexer? Ele chuta?”, disse. A magistrada ainda fez um pedido para que a vítima mantivesse a gestação por mais “uma ou duas semanas”, para aumentar a sobrevida do feto.

O caso repercutiu na imprensa e a hashtag (#criançanãoémãe) ganhou força nas redes sociais desde a última segunda-feira, dia 20 de junho, quando o caso foi divulgado.

A atriz Taís Araújo, postou: “Criança não é mãe. Estuprador não é pai.”

A postagem teve mais de 40 mil curtidas (Foto: Reprodução/Instagram/ @Thaisdeverdade)

A cantora Daniela Mercury também escreveu em sua página do Instagram: “A justiça existe para proteger nossas crianças. Uma menina não é mãe e nem deve ser. Por isso que há leis para protegê-la. #CriancaNaoEMae”

Também do mundo da música, Zelia Duncan falou também no Instagram que essa decisão é um crime!

 

A atriz e bailarina Angela DIP colocou no Twitter: “A menina de 10 anos foi estuprada, a ‘juíza’ quer que ela escolha o nome do bebê, chama o estuprador de pai. Que porra é essa de país?”

A ex-BBB Thelma também deixou registrado a insatisfação também com o judiciário brasileiro. “Indignada com esse caso, um absurdo quando não podemos confiar na própria justiça.”

Muitos outros famosos também colocaram sua opinião para mostrar a força da internet. O influenciador digital Felipe Neto, a cantora Teresa Cristina, a atriz e bailarina Angela Dippe, entre outros.

E você já postou a hastag #criançanãoémãe?