Fase emergencial: São Paulo prorroga quarentena em todo estado

Durante uma coletiva de imprensa, foi informado que a fase emergencial será estendida até o dia 11 de abril para conter a pandemia

Resumo da Notícia

  • A fase emergencial de São Paulo irá se estender até o dia 11 de abril
  • A partir das restrições, foi possível ver ainda uma melhora, apesar de pequena, nos casos de covid-19
  • O Instituto Butantan informou sobre como se voluntariar para doar plasma para o tratamento de pacientes

Nesta sexta-feira, 26 de março, o governo do estado de São Paulo realizou uma coletiva de imprensa para dar novos direcionamentos sobre o combate à pandemia. Um dos principais pontos será a prorrogação da fase emergencial, que é ainda mais restritiva do que a vermelha.

-Publicidade-

Por mais 12 dias, continua proibido cultos religiosos, competições esportivas e qualquer tipo de aglomeração. A fase emergencial entrou em vigor na segunda-feira, 15 de março, e terminaria na próxima terça-feira, 30 de março. Na nova data, a quarentena mais restritiva acontece até o dia 11 de abril.

A fase emergencial irá acontecer até o dia 11 de abril (Foto: Shutterstock)

De acordo com Paulo Menezes, coordenador do Centro de Contingência covid-19, já é possível ver uma melhora com a medida. “Nós temos aqui conversado ao longo de várias semanas sobre reduzir o máximo possível a transmissão do vírus. Já tivemos nove dias de fase vermelha, seguida de 12 dias de fase emergencial. Já começamos a ver o resultado positivo”.

-Publicidade-

Rede de transfusão de plasma para tratar pacientes com covid-19

Como uma nova alternativa de tratar pacientes contaminados pela covid-19, o Instituto Butantan informou sobre a doação de plasma de pessoas que já tiveram a doença. “Plasma é a parte líquida do sangue e é nele que se concentram os anticorpos. De maneira passiva, a ideia do tratamento é transferir ao paciente, de maneira passiva, anticorpos, até que seu próprio corpo possa montar uma resposta imune”, explica Dimas Covas, diretor do Instituto.

Quem pode ser voluntário de doação de plasma?

Preferencialmente, é pedido que os homens sejam doadores. Para realizar a doação é necessário que o doador tenha:

  • Confirmação de infecção prévia com SARS-CoV-2 por meio de registros clínicos critérios de seleção padrão para doação de sangue
  • Ter boas condições de saúde no momento da doação
  • Ter entre 16 e 69 anos
  • Pesar no mínimo 50 kg

Quem pode receber o plasma?

Para ser elegível a receber o plasma de tratamento contra covid-19, é necessário estar com a doença confirmada e apresentar sintomas em até 72 horas. O público alvo destinado é: pacientes imunossuprimidos, idosos (maiores de 60 anos) e aqueles que possuem algum tipo de comorbidade. Em São Paulo, estão disponíveis cinco hemocentros credenciados pelo Butantan, o H.Hemo, Pró Sangue, Colsan, Hemocentro Unicamp e Hemocentro de Ribeirão Preto.