Fátima Bernardes posta lembrança dos filhos pequenos: “que vontade de botar os filhos embaixo dos braços”

A apresentadora Fátima Bernardes, se mostrou nostálgica nas redes sociais ao publicar foto dos filhos pequenos

Resumo da Notícia

  • Fátima Bernardes compartilhou foto ao lado dos filhos pequenos e se declara
  • A publicação gerou diversos comentários de elogios e de mães que se identificaram com a fala da apresentadora
  • A jornalista também fala sobre como conciliou a criação dos filhos com a carreira

Nesta última quinta-feira (30), a apresentadora Fátima Bernardes usou as redes sociais para compartilhar uma lembrança com os filhos pequenos. Na imagem aparece a jornalista abraçando os trigêmeos em um dia frio. Vinícius Bonner, Laura Bonner e Beatriz Bonner, de 23 anos, são frutos do relacionamento com William Bonner.

-Publicidade-

Fátima declarou o amor pelos filhos em uma legenda carinhosa: “Que vontade de botar os filhos embaixo dos braços e sair por aí. As mães me entenderão”, escreveu.

Fátima Bernardes e filhos
Fátima Bernardes com os filhos: Laura, Beatriz e Vinícius (Foto: Reprodução / Instagram / @fatimabernardes)

A publicação gerou diversos comentários de fãs e amigos próximos a apresentadora: “Como entendo! Tenho três 28, 26 e 18 anos…”, se identificou um seguidor. “Amor incondicional”, “tão lindos! Deus abençoe toda a família”,  “Lindos! Crescem muito rápido!”, escreveram outros internautas.

Trigêmeos e a carreira

Fátima Bernardes abriu o coração sobre a maternidade no jornalismo no programa Modo Mãe, apresentado por Ingrid Guimarães. A jornalista, que teve os trigêmeos Beatriz, Laura e Vinícius sendo apresentadora do Fantástico – e logo depois migrando para a bancada do Jornal Nacional – contou sobre os desafios de conciliar as paixões da profissão e da família:

“Eu pensei em várias coisas: morar fora do Rio, num lugar pequeno para trabalhar, num lugar menor. Qualquer coisa que eu pudesse fazer em outro lugar, com outro tipo de horário.”, desabafou Fátima. “Aí, eu ia pro trabalho, tinha um baita jornal e eu falava: ‘Puxa, eu me dediquei muito pra isso, então o que eu quero que os meus filhos pensem? Que o dia que eles tiverem filhos eles vão ter que abandonar os sonhos deles? Não, eles são complementares a esse sonho, eles são parte desse sonho”.

Fátima comenta sobre conciliação entre ser mãe de trigêmeos e a carreira (Foto: Reproducão/ TV Globo)

Contudo, a jornalista conta que a mudança da rotina entre os dois programas foi essencial na adaptação de uma rotina que conciliava o trabalho e a maternidade:

“O Fantástico, eu fazia também reportagem, então eu não sabia pra onde eu ia, a semana era uma incógnita. Pela primeira vez, desde que eu tinha entrado na TV, eu tinha horário pra entrar e para sair. A primeira reunião era 14h/14h30 e quando acabava o jornal, eu ia embora. Eu acordava com as crianças, eu levava na pracinha, pediatra”, contou. Fátima também relatou que, mesmo com o peso na consciência, eram os sonhos que a moviam: ” Acho que a culpa vêm quando eles nascem mesmo, de alguma maneira. E o que me movia era uma realização pessoal mesmo, da qual eu nunca abri mão – e uma vontade muito grande que os meus filhos tivessem uma relação saudável com o trabalho”.