Fernanda Rodrigues conta que fez vários testes até acreditar que estava grávida: “Não é possível”

A atriz fez ao total 13 testes até finalmente contar ao marido Raoni Carneiro

Resumo da Notícia

  • Fernanda Rodrigues é mãe de Luisa, 10, e Bento, 5
  • A atriz contou em entrevista que precisou fazer 13 testes de gravidez até acreditar
  • O casal sempre quis construir uma família

Fernanda Rodrigues, 42, contou em entrevista ao apresentador Celio Ashcar Jr que precisou fazer 13 testes de gravidez até realmente acreditar que estava grávida: “Eu fiz 13 testes de farmácia! Eu fazia e falava: ‘não é possível, tá errado!’, e fazia outro. Apenas no 13º eu falei: ‘é verdade mesmo’, aí eu contei para o Raoni”, relembra a atriz.

-Publicidade-

Fernanda é casada com o diretor Raoni Carneiro, e juntos tiveram Luisa, 10, e Bento, 5. A atriz contou que sempre quis construir uma família: “Mas a gente queria muito, a gente estava muito nessa vibe de aumentar, de crescer, de fazer uma família. Quando nos encontramos, foi um encontro bem bonito, assim de almas, e a gente sabia que ia fazer essa história ter continuidade; a nossa familinha”, contou Fernanda.

Fernanda Rodrigues e os filhos, Luisa e Bento
Fernanda Rodrigues e os filhos, Luisa e Bento (Foto: Divulgação)

Sobre a maternidade a atriz disse que foi um turbilhão de emoções: “Na hora em que recebi o resultado do exame, fiquei com medo, porque passa muita coisa na cabeça, é um mundo novo que se abre, mas eu tinha muita informação e conhecimento para passar por isso. A maternidade mudou a minha vida…

Eu sempre quis ser mãe, mas quando realizei meu sonho, entendi que precisava dividir as minhas experiências, porque não se falava muito sobre esse assunto. Hoje temos livros, mulheres, influencers, blogueiras, e eu quis falar com essas mulheres; mostrar que é difícil, mas que a gente consegue.

Além disso, dividir experiências  com outras mães me ajuda e até hoje recebo mensagens de agradecimento. Eu amo ser mãe, mas amo falar sobre maternidade. (…) eu mergulhei no assunto, porque entendi que era um chamado para ajudar outras mulheres. (…). Não é so flores ser mãe”, desabafou a atriz.