Ferramentas do Google ajudam a manter aulas online mais seguras: veja os benefícios

A partir das ferramentas que fazem parte do Google Workspace for Education é possível manter um maior controle e segurança durante as aulas online

Resumo da Notícia

  • Os recursos fazem parte do Google Workspace for Education
  • As ferramentas trazem mais controle e segurança durante as aulas online
  • Elas podem ser usadas por gestores escolares e educadores

Com o objetivo de diminuir a circulação de pessoas e manter a segurança no isolamento social, muitas escolas adotaram o modelo online ou híbrido de ensino. Durante a pandemia, as famílias e professores precisaram se reinventar para as aulas, sendo um momento completamente novo e desafiador. Pensando nisso, o Google disponibilizou diversas ferramentas e serviços para auxiliar o processo.

-Publicidade-
As novas ferramentas fazem parte do Google Workspace for Education (Foto: Shutterstock)

Indo além do Google Meet e o Google Classroom, a empresa desenvolveu um conjunto de soluções que fazem parte do Google Workspace for Education. A partir disso, é possível fazer uso de recursos para gestores escolares e educadores, que controlam e mantêm o ambiente de aulas remotas de uma maneira mais segura contra as ameaças virtuais. Dentre os recursos de controle é possível conferir:

  • Travas de segurança: os educadores poderão decidir de qual maneira os usuários irão entrar na sala virtual, seja por convite no calendário ou telefone, por exemplo. Além disso, é possível exigir também que o ele obtenha aprovação explícita para entrar na sala on-line
  • Controles de moderação do organizador da reunião: neste caso, os educadores também possuem acesso aos níveis de interatividade dos participantes. É possível bloquear o bate-papo e iniciar uma apresentação, permitindo que o anfitrião da sala decida quais participantes irão falar ou apresentar. O recurso também pode ser usado em dispositivos móveis.
  • Encerrar uma reunião para todos os participantes: este recurso impede que os alunos continuem na sala de aula online quando o professor sair, assim como em salas de descanso.
  • Bloquear usuários anônimos por padrão: a ferramenta permite que pessoas não identificados (que não fizeram login por uma conta do Google) não entrem nas salas online. Além disso, o primeiro a entrar será o organizador da reunião.
  • Ferramentas de controle avançadas: além de impedir a entrada de usuários anônimos, também controla quem pode ou não usar o chat e fazer apresentações. Será lançado também o modo de silenciar tudo e encerrar reuniões para todos.
  • Para supervisionar sites e apps na internet, o Google disponibilizou também um recurso para os usuários do Family Link. A partir dele, é possível adicionar uma conta do Google Workspace for Education, permitindo que os alunos façam login em aplicativos a partir de uma conta escolar, enquanto a família define quais serão as diretrizes para usar o dispositivo e aplicativo em casa.

De acordo com Alexandre Campos Silva, head do Google for Education no Brasil, existem muitos benefícios sobre assegurar o controle de dados nas aulas online. “O Google tem o compromisso de desenvolver produtos que ajudem a proteger a privacidade e a segurança de alunos, educadores e da comunidade escolar. Para isso, oferece a segurança mais avançada da categoria. Vale lembrar que as escolas são as proprietárias dos dados dos alunos e professores. O Google tem a responsabilidade de mantê-los protegidos e cria controles cada vez mais robustos para que os administradores escolares monitorem e gerenciem a segurança desses dados. Para manter as aulas virtuais seguras e protegidas de ataques virtuais, também oferecemos recursos para que os educadores possam bloquear usuários anônimos, por exemplo, e decidir os métodos de moderação e controle do ambiente de ensino remoto”.

-Publicidade-
A tecnologia também possui um papel importante na educação (Foto: Shutterstock)

Mesmo com as aulas online, o professor tem um papel fundamental no protagonismo do processo de aprendizagem. “O momento é desafiador para todos atores envolvidos na Educação”, reforça Alexandre. “Temos visto um esforço grande destes professores para entender como se adaptar a este momento e temos recebido muitas histórias de sucesso de professores que estão ministrando suas aulas à distância com a nossa plataforma, com alunos engajados e motivados. Se o educador quiser acompanhar como outros professores estão atuando nesse momento, criando criativas soluções para diversas questões, recomendamos procurar on-line o Grupo de Educadores Google, que são comunidades de educadores que aprendem, compartilham e inspiram uns aos outros para atender às necessidades dos alunos por meio de soluções tecnológicas”, recomenda.

Apesar da tecnologia não resolver todos os desafios da educação, o head explica que ela tem um papel importante no processo. “Estamos otimistas que a tecnologia pode ser uma parte importante da solução e queremos garantir que todos os professores e alunos possam se beneficiar dela. Trabalhamos em direção a um futuro em que cada estudante tem acesso às habilidades que ele vai precisar e à educação de qualidade que merece”, conclui.