Festival religioso deixa 44 mortos e mais de 100 feridos em Israel

A confusão aconteceu durante a celebração do feriado de Lag B’Omer. Os bombeiros conseguiram salvar algumas crianças que estavam presente no evento e disseram que diversos familiares estão ligando para os celulares das vítimas abandonados no local

Resumo da Notícia

  • Um tumulto em um festival religioso em Israel deixou 44 mortos e mais de 100 feridos
  • Eli Beer, diretor de um serviço voluntário de ambulância disse em uma rádio local que há crianças entre as vítimas
  • As famílias tentam encontrar parentes desaparecidos ligando para os celulares que estão abandonados no local

Um tumulto em um festival religioso em Israel deixou 44 mortos e mais de 100 feridos nesta sexta-feira, 30 de abril.  De acordo com o G1, as autoridades israelenses afirmaram que as vítimas foram sufocadas ou pisoteadas durante a confusão para celebrar o feriado religioso de Lag B’Omer.

-Publicidade-
Equipe de emergências atende desastre em festival religioso em Israel  (Foto: Reprodução / Twitter)

Eli Beer, diretor de um serviço voluntário de ambulância disse em uma rádio local que há crianças entre as vítimas. “Infelizmente, encontramos crianças pequenas pisoteadas”, afirmou. “Conseguimos salvar algumas delas”, completou ele. As pessoas feridas foram foram levadas para diversos hospitais do país. Pelo manos 6 pessoas estavam em estado crítico e 18 em estado grave.

As primeiras informações apontam que uma arquibancada de metal desabou. No local, havia centenas de pessoas entrando ao mesmo tempo de diferentes direções, e após a queda da estrutura, as pessoas morreram pisoteadas durante o tumulto.

As famílias tentam encontrar parentes desaparecidos ligando para os celulares. “Os telefones dos mortos não param de tocar e vemos ‘mãe’ e ‘minha querida esposa’ [na tela]”, afirmou Motti Bokchin, porta-voz de um serviço de emergência à Rádio do Exército.

Tumulto em festival religioso em Israel (Foto: Reprodução / Twitter)

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu chamou o ocorrido de “grande desastre”. “Estamos todos orando pelo bem-estar dos feridos. Quero fortalecer a mão daqueles que realizam esforços de resgate e que estão operando no local”, escreveu no Twitter.

O feriado Lag B’Omer é uma homenagem ao rabino Simon Bar Yochai, um religioso do século II. O evento marca o início da retomada das grandes comemorações em Israel, país que conseguiu controlar a Covid-19 com a vacinação em massa mais rápidas de todos os países.