Filha de Juliano Cazarré nasce com uma doença cardíaca rara e passa por cirurgia: entenda

A Maria Guilhermina, filha de Juliano e Letícia Cazarré, foi diagnosticada com Anomalia de Ebstein, uma cardiopatologia congênita. Ela necessitou ser direcionada ao centro cirúrgico a fim de realizar um reparo no coração em seu primeiro dia de vida

Resumo da Notícia

  • A filha de Juliano e Letícia Cazarré, Maria Guilhermina, nasceu com uma doença cardíaca rara e teve que passar por cirurgia
  • Ela necessitou ser direcionada ao centro cirúrgico a fim de realizar um reparo no coração em seu primeiro dia de vida
  • A recém-nascida foi diagnosticada com Anomalia de Ebstein, uma cardiopatologia congênita

Por meio de uma publicação realizada na rede social Instagram, durante esta quarta-feira, 22 de junho, o ator Juliano Cazarré anunciou o nascimento do 5º filho, a Maria Guilhermina. A bebê nasceu na cidade de São Paulo, com uma equipe de maternidade especializada. Visto que, desde a gestação, os médicos identificaram que a criança sofre de uma doença rara cardíaca. Já nos comentários da publicações, os fãs e seguidores da família deixaram mensagens de afeto e apoio.

-Publicidade-

A recém-nascida é fruto do casamento do artista com a Letícia Cazarré, e foi diagnosticada com Anomalia de Ebstein, uma cardiopatologia congênita. De acordo com o Juliano, o parto de Maria Guilhermina ocorreu bem, no entanto, ela necessitou ser direcionada ao centro cirúrgico a fim de realizar um reparo no coração em seu primeiro dia de vida.

De início, ele detalhou os acontecimentos e falou que a filha está se recuperando bem. “Queridos amigos e familiares, é com enorme alegria e amor que anunciamos a chegada da nossa pequena Maria Guilhermina de Guadalupe Bastos Cazarré, na última terça-feira, dia 21 de junho, às 8h30 da manhã, em São Paulo. Maria Guilhermina chegou com um coração especial, dilatando também os nossos corações e os de todos ao seu redor!”, disse.

Filha de Luciano Cazarré
Luciano Cazarré e família (Foto: Reprodução / Instagram)

Em relação à doença, o pai de Maria Guilhermina explicou a necessidade da filha passar por um procedimento cirúrgico, mesmo sendo tão nova. Além de dar mais detalhes sobre o diagnóstico raro da filha. “Nos exames pré-natais, descobrimos que ela teria uma cardiopatia congênita rara, chamada Anomalia de Ebstein. Ao longo da gestação, os médicos perceberam que o caso dela seria um dos mais raros e graves dentro da anomalia e, por isso, decidimos vir para São Paulo para que ela pudesse nascer com a equipe mais especializada. Ela nasceu muito bem, surpreendeu a todos com muita força e saúde! Mas seu caso pedia uma intervenção cirúrgica imediata e, assim, nossa pequena guerreira passou seu primeiro dia de vida fazendo um reparo importante no coração”, falou.

Em sequência, continuou: “A cirurgia correu bem, ela está estável e segue se recuperando e recebendo os melhores cuidados. Seus médicos e especialistas são verdadeiros heróis, e nós estamos felizes e tranquilos por poder contar com uma equipe tão bem preparada e dedicada. Queremos, antes de mais nada, agradecer o apoio constante, o carinho e as orações, que têm sido fundamentais para nos manter serenos e firmes neste momento. Nossos corações estão cheios de alegria e confiança! Maria Guilhermina é a coisa mais linda!”.

Por fim, o Juliano mostrou-se ansioso em relação sobre a pequena conhecer o restante da família: “amos seguir cuidando de tudo para que, em breve, possamos levá-la para casa, onde seus irmãos Vicente, Inacio, Gaspar e Maria Madalena a aguardam ansiosamente! Contamos com as orações de todos. Sinceramente, Letícia e Juliano Cazarré”