Filha de rainha Elizabeth não irá ao Natal da família real após marido testar positivo para Covid-19

A Princesa Anne, de 71 anos, está em quarentena ao lado de Sir Tim Laurence, após ele ser diagnosticado com a doença

Resumo da Notícia

  • A princesa Anne e o marido não se juntarão a família real no Natal
  • O Sir Tim Laurence testou positivo para a Covid-19 e agora o casal está em isolamento
  • A informação foi dada por uma fonte da família real, que afirmou que ambos estão seguindo os protocolos de segurança

Princesa Anne, a filha de rainha Elizabeth II, não irá participar das comemorações de Natal da família real neste ano. Isso porque o marido dela, Sir Tim Laurence, foi diagnosticado com covid-19 e precisa ficar em quarentena.

-Publicidade-
A princesa Anne e o marido estão em quarentena depois dele ser diagnosticado com covid-19
A princesa Anne e o marido estão em quarentena depois dele ser diagnosticado com covid-19 (Foto: reprodução/Instagram/@theroyalfamily)

De acordo com a CNN internacional, uma fonte da família real confirmou a informação na última quarta-feira, 22 de dezembro, e acrescentou que o homem está seguindo as recomendações dos órgãos de saúde em relação ao novo coronavírus.

O Natal da família real é bastante tradicional e segue protocolos que vem há anos, como por exemplo, servir peru de jantar com outros acompanhamentos e em seguida, tomar um chá da tarde com um bolo gelado.

E nessa comemoração, ninguém fica de fora. Além da anfitriã passar pela mesa de convidados antes e depois da ceia para conferir se estão sendo bem servidos, os cães da família também ganham um banquete especial.

Segundo o Daily Mail, a princesa Anne e o marido não serão os únicos a não participarem da festa. A rainha Elizabeth II, aos 95 anos, também estaria de fora da comemoração por segurança, com o aumento de casos de coronavírus na Inglaterra.

Uma fonte justificou ao jornal: “Sua majestade deseja minimizar qualquer risco para os eventos. Colocar-se, potencialmente, em perigo com uma grande reunião familiar é uma dessas ameaças possíveis”. Essa será a segunda vez seguida que a monarca não se reunirá com a família nesta data.