Filha do cantor Belchior sabia que seria condenada e não vai recorrer à justiça

Isabella belchior assassinou um metalúrgico em 2019, e será condenada a 8 anos de prisão

Resumo da Notícia

  • A filha de Belchior assassinou um metalúrgico em 2019
  • Isabella foi condenada a 8 anos de prisão
  • A jovem optou por não contratar um advogado

A filha do cantor Belchior, Isabella , foi condenada por homicídio por assassinar o metalúrgico Leizer Buchwieser dos Santos em 2019. O crime ocorreu em São Carlos, e ela optou por não contratar um advogado e recorreu à Defensoria Pública de São Paulo.

-Publicidade-

Pedro Naves Magalhães, que assumiu a defesa da filha de Belchior, conversou com Splash da UOL sobre o caso concluído ontem em júri popular na cidade do interior de São Paulo. “A Isabella estava convicta que seria condenada, até por assumir as responsabilidades pelo que fez. Conseguimos reduzir a pena de 12 para 8 anos, e ela pegou mais um ano de prisão por ocultação de cadáver. Ela compreendeu que estava dentro do que era possível, acatou e disse que não quer recorrer. A ansiedade por uma definição era maior que a insatisfação”.

Filha do cantor Belchior irá ser condenada pelo assassinato
Filha do cantor Belchior irá ser condenada pelo assassinato (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

Junto de Isabella, também foram condenados Estefano Rodrigues e Bruno Thiago Dornelas Rodrigues. Os dois são irmãos de Jaqueline Dornelas Chaves, companheira de Isabella e também réu no júri popular. O advogado também informou que Estefano e Bruno também não recorrerão após a sentença.

Pedro Naves Magalhães relatou que a diminuição de pena ocorreu após o júri reconhecer ser um “homicídio privilegiado”, quando são considerados atenuantes por situações em que você comete o crime alegando “relevante valor moral ou social”. Além de defender que Isabella participou do crime por legítima defesa, o advogado lembrou que a polícia descobriu, durante as investigações, que Santos praticava crimes sexuais envolvendo menores de idade.