Filha mata a própria mãe depois de descobrir que casa da família seria vendida

Lucy Fox assassinou Judy Fox durante um ataque maníaco, colocou fogo no local, e despejou os pedaços do corpo da mãe em um rio

Resumo da Notícia

  • O caso aconteceu na Inglaterra
  • A criminosa foi considerada neurodivergente
  • A juíza do caso entregou uma ordem de internação para ela

Que horror! Lucy Fox, de 39 anos, foi considerada culpada de matar a mãe, Judy Fox, de 65 anos em Shropshire, na Inglaterra. A mulher esfaqueou Judy até a morte, colocou fogo na casa e esquartejou o corpo, jogando os pedaços em um rio, para despistar suspeitas. O assassinato aconteceu durante um ataque maníaco de Lucy, que foi identificada como neurodivergente, e descobriu que a residência da família seria vendida.

-Publicidade-
Lucy Fox vai ficar internada em um hospital (Foto: Reprodução / The Sun)

Depois de cometer o crime, Lucy cortou o cadáver da mãe em pedaços menores e colocou eles em sacos de lixo. O corpo foi despejado em uma floresta perto de um rio. Ela então sou o cartão do banco da mãe e comprou uma refeição pronta e uísque.

No dia do julgamento, Fox não compareceu pois foi considerada “inapta” para participar. Ela foi acusada de homicídio e incêndio criminoso intencional, e não apresentou nenhum tipo de apelo para as acusações. A juíza do caso, Kristina Montgomery, entregou uma ordem de internação para a mulher, e acrescentou que ela passaria uma parte considerável da vida no hospital, pois foi diagnosticada com esquizofrenia.

A sentença da juíza entretanto, não agradou todos. O caso de Judy Fox ganhou notoriedade internacional e muitas das pessoas que acompanharam não gostaram de Lucy ser considerada inapta para o julgamento e no final receber uma ordem de internação, eles dizem que isso não é uma “punição adequada” para “pessoas como ela”.