Filho de Ronaldo Fenômeno fala sobre vida no esporte e comparações com o pai: “Peguei a genética”

Em entrevista concedida ao podcast “Inteligência Artificial”, o Ronald Lima, filho de dois grandes ex-jogadores de futebol, afirmou que herdou apenas a genética dos pais ao invés do talento para o esporte

Resumo da Notícia

  • O Ronald Lima brincou sobre os supostos talentos herdado pelos pais
  • O DJ e Músico já jogou ao lado de grandes nomes do universo do esporte
  • O filho disse que puxou somente à genética do pai

Será que filho de peixe, peixinho é? É isso que o Ronald Lima, filho do ex-jogador de futebol, o Ronaldo Fenômeno, revelou ao público. Bom, sabemos que, no quesito da aparência, o filho é extremamente parecido com o pai – no qual pode ser até comparado com uma verdadeira xérox do Fenômeno. Mas, agora, será que o rapaz herdou o talento futebolístico do pai?

-Publicidade-

Em entrevista concedida ao podcast “Inteligência Artificial”, o DJ e músico, e também filho de Milene Domingues e Ronaldo Fenômeno,  disse que não tem as mesmas habilidades que o pai. “Nem fôlego tenho mais. Eu peguei a genética dele, mas não a habilidade”, comentou o Ronald, ao se referir ao pique que tem para praticar esportes, sobretudo, o futebol.

Embora o Ronald não tenha o mesmo talento que o pai, para o futebol – ele já se arriscou em jogos ao lado do famoso Ronaldinho Gaúcho. “Eu estava aqui (perto da linha do gol). E, meu irmão, bateu um nervosismo nessa hora. Ele (Ronaldinho) fez o cruzamento e colocou a bola no meu pé. Se eu não tivesse colocado o pé, teria sido gol (do mesmo jeito). Na real, eu roubei o gol dele. Só para deixar bem claro”, disse o Ronald, ao se referir da partida de futebol com o Ronaldinho Gaúcho.

Ronald Lima, filho do Ronaldo Fenômeno e Milene Domingues (Foto: Reprodução/Instagram @rnldmusic)
Ronald Lima, filho do Ronaldo Fenômeno e Milene Domingues (Foto: Reprodução/Instagram @rnldmusic)

O jovem ainda disse que os jogadores de futebol “são muito doidos” por conseguirem correr, driblar, jogar e, principalmente, ter pique por durante 90 minutos. E fala sério, haja fôlego e preparo físico, não é mesmo. “Pelo amor de Deus, nem fôlego tenho mais. Dei um pique lá, no segundo já estava puxando e não vinha ar. Esses caras são muito doidos, conseguir fazer isso por noventa minutos”, disse

Mesmo que o Ronald Lima não tenha herdado os talentos para o futebol, igual aos pais – visto que, a mãe, Milene Domingues, também é ex-jogadora de futebol – o rapaz tem um talento incrível para o universo artístico. No qual atua como DJ e Músico do estilo tech house.