Filho dos idosos encontrados mortos em apartamento no RJ se pronuncia: “Estamos dilacerados!”

Os idosos foram encontrados mortos dentro do apartamento do filho na Zona Sul do Rio de Janeiro. O rapaz se pronunciou sobre o caso

Resumo da Notícia

  • Filho do casal de idosos se pronuncia sobre o caso
  • Ele diz que a família está dilacerada com o ocorrido
  • Os idosos foram mortos a facadas dentro do apartamento do filho

O filho do casal de idosos que foram mortos a facadas no apartamento na Zona Sul do Rio de Janeiro, falou com o portal G1, e afirmou que a família está ‘dilacerada’ com a perda do Seu Geraldo Coelho, de 73 anos, e Dona Osélia Coelho, de 72.

-Publicidade-

“A nossa família inteira está dilacerada. Somos 3 filhos homens. Eles eram avós de 3 netinhos uma de 6, um de 11 e outra de 15” relatou Felipe Coelho.

Ele finalizou dizendo que todos da família estão na fase de luto e arrasados com a perda. “Ambos tinham uma família grande com muitos irmãos e irmãs. Tenho muitas tias e tios e estão TODOS sem chão. Minha mãe era a alegria de todo ambiente que ela estava, brincalhona alto astral sempre. Meu pai era a tranquilidade em si. Era um casal muito muito amado por todos”.

Os pais foram encontrados mortos dentro do apartamento (Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal/ Portal G1)

Entenda o caso:

Um casal de idosos foi morto na madrugada de sábado, 25 de junho, em um condomínio no Jardim Botânico, Zona Sul do Rio de Janeiro. Segundo informações do portal G1, a Divisão de Homicídios está investigando o caso, e acreditam que um dos principais suspeitos é o namorado do filho do casal, um oficial da Marinha, que teria matado eles por ciúmes.

Segundo o Corpo de Bombeiros, um pedido de socorro foi feito um pouco depois da meia noite. Quando os oficiais chegaram no local, os dois encontraram os idosos mortos e um homem que estava inconsciente (que é visto como o suspeito).

Os idosos chamam Geraldo Coelho, de 73 anos, e Osélia Coelho, de 72 anos. Os corpos seguiram para o Instituto Médico Legal. Já, o suspeito do crime é Cristiano Lacerda, de 49 anos, e foi levado para o hospital municipal, onde estava sob custódia.

Segundo a Polícia Militar, no local tinham seringas, medicamentos e receitas de remédio controlado em nome do Cristiano. Conforme informações da Divisão de homicídios, Cristiano estava se separando de Felipe Coelho, o namorado. O término foi por conta de uma briga em que Cristiano bateu em Felipe.