Filho é suspeito de matar a própria mãe para receber R$ 10 mil de herança

O Arnon Souza Vincler é suspeito de matar a própria mãe para receber um valor de seguro, que só poderia se depositado após a morte da mãe

Resumo da Notícia

  • Homem foi preso após ser suspeito de matar a própria mãe
  • Ele colocou a foto dele ao lado do corpo de Rosane Reis de Souza
  • A polícia investigou o caso e constatou que o homem tem uma "personalidade doentia"

O filho é suspeito de ter matado a própria mãe asfixiada na casa onde os dois moravam, localizada na cidade de Itaocara, no noroeste fluminense. O caso aconteceu no último domingo, 27 de março. Próximo do corpo de Rosane Reis de Souza, foi encontrado uma foto dela com o filho, o Arnon Souza Vincler, de 31 anos. Ele disse à polícia que colocou a imagem ao lado do corpo falecido da mãe, no entanto, não confessou o assassinato.

-Publicidade-

Mas, apenas nesta terça-feira, 29 de março, o homem foi preso. De acordo com o delegado Carlos Augusto Guimarães da Silva, responsável pelo caso, o crime foi motivado pelo valor de um seguro no valor de R$ 10 mil. Foram localizadas informações sobre o que o Arnon teria direito a receber após a morte da mãe.

Filho coloca foto dele ao lado do corpo da mãe (Foto: Reprodução/UOL/Facebook)

“A motivação para o crime seria a ambição do investigado na obtenção dos bens da vítima, conforme bilhete manuscrito encontrado com ele por ocasião da prisão, o que indica a torpeza do crime. Ele prestou ainda depoimentos contraditórios, mas que no conjunto comprovam que somente ele e a mãe estavam na cena do crime”, disse o delegado, em entrevista ao UOL.

Segundo o delegado, os laudos da perícia e da necropsia, a morte da mãe foi em decorrência de uma asfixia mecânica. Arnon foi preso em casa, após ser atuado por homicídio qualificado por motivo torpe (ambição) e pelo emprego de meio cruel (asfixia).

Em depoimento, o advogada diz que o suspeito apresenta “Uma personalidade doentia que somente uma perícia médica poderá esclarecer”, finalizou.