Filho faz surpresa emocionante para mãe após receber alta do tratamento para covid-19

Celso Januário de Oliveira passou 7 dias internado e outros 7 em isolamento antes de ser liberado pelos médicos. Ao receber a notícia, resolveu matar a saudade

Resumo da Notícia

  • Um homem de 55 anos decidiu surpreender a mãe depois de receber alta do tratamento contra o coronavírus
  • Ele não avisou que havia recebido alta e decidiu ir abraçá-la
  • Celso contou que a mãe sempre acreditou que ele voltaria para casa

Celso Januário de Oliveira, de 55 anos, foi infectado pela covid-19 e precisou ficar 7 dias internado, além de outros 7 em isolamento para melhorar o estado de saúde e garantir a não transmissão para outra pessoa.

-Publicidade-
O momento do encontro foi registrado em vídeo (Foto: reprodução/G1)

Durante esse tempo, a mãe dele, Alzira Januária de Oliveira, de 73 anos, sempre se manteve positiva e de acordo com o que o filho contou ao G1, tinha certeza que ele retornaria para casa. Por isso, após ser “liberado”, ele decidiu surpreender a mãe.

“Nós moramos juntos e eu não a avisei sobre o momento que voltava para casa. Quando cheguei, ela chorou, ficou emocionada e alegre ao mesmo tempo. Sei que ela estava em oração a todo momento e e nós nos falávamos por telefone. Ela tinha certeza que ia voltar”, disse.

Enxoval do bebê

Está preparando o enxoval ou a lista para o seu chá de bebê? Olha só essa novidade: você pode criar sua lista personalizada com produtos na Amazon, que pode ser compartilhada com amigos e familiares em várias plataformas. Além disso, você também pode ganhar 10% de desconto na compra na maioria dos itens! Saiba mais sobre a ferramenta e veja produtos para o enxoval do bebê CLICANDO AQUI. Para montar a sua lista, acesse AQUI!

Após o positivo

Celso conta que o pai também sentiu alguns sintomas e eles resolveram fazer o teste juntos, mas apenas o dele deu positivo. “Eu tive uma dor de cabeça e fui ao posto de saúde, assim como ele. Nós já tínhamos feito o teste e o resultado saiu logo depois, em dezembro de 2020. Fiquei internado 3 dias no posto de saúde e mais 4 no Hospital Regional”, falou.

O homem, que mora em Campo Grande, também relembrou os desafios do isolamento: “São momentos difíceis, não temos nenhum contato e eu usei primeiro nitrogênio e depois oxigênio. Só depois que me explicaram o que era ali, além do soro”.

“Quando tudo passou, a primeira coisa que pensei foi dar uma longo abraço na minha mãe. Agora, vou retomar a minha rotina e nesta segunda-feira (18) já volto ao trabalho”, finalizou. Confira o vídeo do momento aqui!