Final feliz! Família reencontra cachorra Pandora, desaparecida há 45 dias, em momento de arrepiar

Terezinha Branco Bezerra chegou a desmaiar ao reencontrar a cachorra do filho, que sumiu no Aeroporto Internacional de Guarulhos. Reinaldo Júnior é garçom e dono da Pandora

Resumo da Notícia

  • Família reencontra cachorra Pandora, desaparecida há 45 dias, em momento de arrepiar
  • Terezinha Branco Bezerra chegou a desmaiar ao reencontrar a cachorra do filho, que sumiu no Aeroporto Internacional de Guarulhos
  • Reinaldo Júnior é garçom e dono da Pandora

Final feliz! A família da cachorra Pandora – desaparecida há 45 dias – finalmente pode reencontrar a pet em um momento de arrepiar. Ao G1, Reinaldo Júnior admitiu que perdeu muita coisa ao procurar pela cachorra, e que ambos estão com a saúde bem debilitada no processo.

-Publicidade-

“Eu perdi tudo. Perdi minha cachorra, meu emprego, minha viagem e 16 quilos nessa busca por Pandora. Ela ficou debilitada de um lado e eu do outro. Mas o importante é que ela está de volta comigo”, desabafou o garçom. “Ela está muito magra. Está desnutrida, debilitada, e eu também estou que nem ela. Não tenho nem o que falar, o importante é que achamos”.

Victor é eletricista e foi responsável pelo resgate de Pandora
Victor é eletricista e foi responsável pelo resgate de Pandora (Foto: Reprodução/ G1)

Até Terezinha Branco Bezerra, mãe de Reinaldo, ficou completamente chocada ao reencontrar Pandora. Em vídeo também publicado pelo G1, a mulher chega a ter um pequeno desmaio durante o reencontro.

Pandora foi encontrada pelo eletricista do aeroporto, Victor Leonardo Marques, no último domingo, 30 de janeiro. “Eu estava indo embora e, no caminho, como eu estava de viatura, deu pra ver que ela estava debaixo da ponte do Terminal 3. Reconheci e pedi para o motorista voltar”, relembra ele. “Aí falei com ela pela grade para tentar acalmá-la. Ela estava muito fraquinha e, conforme fui chegando perto dela, ela foi andando devagarinho pra outro lado. Nisso já tínhamos ligado para a Fátima e a Márcia, que falaram com a Terezinha”. Confira o momento (lindo!) abaixo.

Relembre o caso

Pandora desapareceu enquanto viajava entre os aeroportos de Recife e de Navegantes, em Santa Catarina, no compartimento de carga de um avião da Gol, no dia 15 de dezembro de 2021.

A cachorra teria se perdido nas conexões entre os dois locais, enquanto o avião estava parado em São Paulo, no aeroporto de Guarulhos. Reinaldo, dono de Pandora, passaria algum tempo em Santa Catarina antes de embarcar para a Suíça.

Reinaldo é dono de Pandora
Reinaldo é dono de Pandora (Foto: Reprodução/ G1)

Desde então, foram 45 dias de buscas intensas para reencontrar a cachorra. A empresa Gol afirmou a imprensa que Pandora havia destruído a caixa de transporte para cães. Reinaldo, no entanto, admite que não foi encontrado nenhum sinal de defeito no compartimento. Imagens de câmeras de segurança do aeroporto registraram ainda a cachorra andando sozinha pelas instalações do lugar.