Foto choca ao mostrar colombianos na rua presos pelos pés por descumprirem quarentena

O prefeito da cidade de Tuchín publicou as imagens no Facebook para demonstrar que a medida é real e disse que menos pessoas têm saído de casa desde que a punição começou a ser aplicada

Resumo da Notícia

  • Em Tuchín, na Colômbia, quem descumpre o isolamento obrigatório é punido
  • As pessoas que forem encontradas nas ruas são levadas até a praça pública e ficam presas pelos pés
  • O prefeito divulgou a medida no Facebook
Cidade colombiana decretou isolamento obrigatório e quem não cumpre, fica preso pelos pés em praça pública (Foto: Reprodução/Facebook Alexis Salgado)

Na cidade de Tuchín, na Colômbia, as autoridades resolveram punir de um jeito inusitado quem estiver descumprindo a quarentena por conta do novo coronavírus. As pessoas são levadas até a praça pública para ficarem presas pelos pés.

-Publicidade-

O prefeito Alexis Salgado publicou no Facebook fotos de alguns detidos e comentou que a guarda indígena, o exército e a polícia estão responsáveis por prender aqueles que não seguirem o isolamento obrigatório.

Em Tuchín, na Colômbia, quem for pego descumprindo a quarentena fica preso pelos pés como punição (Foto: Reprodução/Facebook Alexis Salgado)

A medida que coloca os pés dos infratores em uma estrutura de madeira é tradição do povo indígena Zenú e está dentro da lei. Depois que começou a ser aplicada nos últimos dias, diminuiu o número de pessoas fora de casa.

-Publicidade-

Segundo o prefeito, “é hora de tomar consciência, o Covid-19 não é um jogo, cuidamos da nossa saúde pelo bem-estar de todos”. A Colômbia tem cerca de 1.700 casos confirmados da nova doença.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-