Frente fria nos EUA atrasa vacinação da Covid-19 no país e deixa milhares sem energia

A previsão do tempo afirma que o gelo e as baixas temperaturas podem continuar em alguns dos estados mais atingidos pela nevasca

Resumo da Notícia

  • Tempestade forte no inverno dos Estados Unidos tira a vida de 26 pessoas
  • Além de deixar milhões de americanos sem energia e atrasar campanha de vacinação contra a Covid-19 em algumas regiões
  • A previsão do tempo afirma que o gelo e as baixas temperaturas podem continuar em alguns dos estados mais atingidos pela nevasca

Tempestade forte no inverno dos Estados Unidos tira a vida de 26 pessoas, além de deixar milhões de americanos sem energia e atrasar campanha de vacinação contra a Covid-19 em algumas regiões. Segundo o Serviço Meteorológico Nacional (NWS) o gelo e as baixas temperaturas podem continuar em alguns dos estados mais atingidos pela nevasca.

-Publicidade-

“Faixas de 1,27 cm (meia polegada) de gelo serão possíveis” nos próximos três dias para áreas do Texas ao Mississippi e até a Virgínia, de acordo com a previsão. Todos os perigos climáticos severos serão possíveis, incluindo alguns tornados” do Panhandle da Flórida às Carolinas nesta quinta-feira, 18 de fevereiro, concluiu o NWS.

Carros cobertos de neve após tempestade no Texas (Foto: Reprodução/ CNN)

Muitos dos que enfrentam as temperaturas extremas estão entre os quase 3,5 milhões de americanos que ainda estão no escuro, de acordo com a PowerOutage.US, organização que monitora e agrega dados relacionados à falta de energia nos EUA.

-Publicidade-

Junto com as interrupções elétricas, o clima severo trouxe destruição, ferimentos e mortes. Tulsa, em Oklahoma, registrou mais de 100 quebras de tubulação de água e linhas de serviço devido às condições climáticas, de acordo com o Waterline Break Board no site da cidade de Tulsa.

A tempestade no Texas deixou milhares sem eletricidade (Foto: Reprodução/ CNN)

Os riscos climáticos também causaram obstáculos na batalha do país contra a pandemia do coronavírus. Estados que vão do Colorado à Geórgia atrasaram seus embarques ou compromissos de vacinação devido às condições climáticas.

Os impactos em um centro de distribuição de vacinas no Tennessee atrasarão o envio de doses para o Colorado e outros estados, de acordo com o Colorado State Joint Information Center. Ohio esperava embarques diretamente da Pfizer e Moderna, que serão adiados de um a dois dias devido à severidade do clima, disse o governador Mike DeWine na última terça-feira, 16 de fevereiro.

-Publicidade-