Frente fria se aproxima do Sudeste e pode gerar 0ºC na região Sul: confira as previsões

Segundo informações do UOL, uma forte frente fria chega próxima da região Sul e Sudeste do Brasil. Em São Paulo, por exemplo, a mínima para o próximo sábado é de 11ºC

Resumo da Notícia

  • Uma frente fria se aproxima do Sudeste e pode gerar 0ºC na região Sul do Brasil
  • Em São Paulo, por exemplo, a mínima para o próximo sábado é de 11ºC
  • Já em São Joaquim, Santa Catarina, a temperatura mínima no sábado, 11 de junho, pode ser de -5ºC

Segundo informações divulgadas pelo UOL – Universo Online, uma frente fria se aproxima do Brasil, sobretudo, pelas regiões Sul e Sudeste – e devem atingir a população a partir da próxima sexta-feira, 10 de junho. Ainda de acordo com o portal jornalístico, o InMet (Instituto Nacional de Meteorologia), disse que a massa de ar, de origem polar, deve provocar mínimas abaixo de 0ºC em regiões do Rio Grande do Sul e da Santa Catarina. Já em São Paulo, há possibilidade de geada.

-Publicidade-

Em São Joaquim, Santa Catarina, a temperatura mínima no sábado, 11 de junho, pode ser de -5ºC. Em Cambará, no Rio Grande do Sul, a previsão é de que a mínima chegue a -3ºC e, em Gramado, -1ºC. Na capital paulista, a estimativa para o próximo final de semana é a mínima de 11ºC e um tempo nublado. Já no Rio de Janeiro, a mínima sera de 16ºC no sábado, 11 de junho – e 20ºC no domingo, 12 de junho.

Doenças respiratórias de inverno: dicas para manter a família protegida na estação

Quando o frio chega, logo vem também a preocupação com as doenças respiratórias, que costumam afetar mais as crianças no outono/inverno. Segundo a Organização Mundial da Saúde, as alergias atingem, em média, 30% da população mundial. A boa notícia é que dá para prevenir os “gatilhos” que costumam desencadear problemas como resfriados e gripes, sinusite, rinite alérgica, otite, pneumonia, asma, entre outras.

É possível proteger toda a família das doenças respiratórias de inverno mudando alguns hábitos dentro de casa
É possível proteger toda a família das doenças respiratórias de inverno mudando alguns hábitos dentro de casa (Foto: Shutterstock)

Nesta época do ano, é mais comum que bebês e crianças possam enfrentar esses problemas, justamente por não terem o sistema imunológico bem desenvolvido. Diferente da gripe, que possui uma vacina contra a doença, existem pelo menos 200 tipos diferentes de vírus que causam os resfriados. Por isso, é muito importante que toda a família se proteja e adote as medidas necessárias para o bem-estar de todos.

Geralmente, as doenças respiratórias de inverno são mais comuns por passarmos mais horas dentro de um ambiente fechado, sem sol e pouco úmido. Como resultado, pode haver mais mofo e bolor, que são alimentos para os ácaros. Leia aqui a matéria na íntegra.