Funcionário destrói 500 doses de vacina contra Covid-19 e causa revolta

O caso, que aconteceu nos Estados Unidos, gerou grande insatisfação no mundo inteiro. Leia a nota completa divulgada pelo centro médico

Resumo da Notícia

  • O caso aconteceu nos Estados Unidos
  • O homem confessou ter destruído as vacinas de propósito
  • A situação está sendo investigada pelo FBI e FDA

Na última quarta-feira, 30 de dezembro, um funcionário de um centro médico, nos Estados Unidos, tomou uma atitude que causou revolta. O homem, que não teve a identidade revelada, deixou 57 frascos da vacina Moderna sem refrigeração, de propósito.

-Publicidade-
O centro médico emitiu uma nota à imprensa explicando sobre o ocorrido (Foto: Unsplash)

O caso, que aconteceu em Grafton, no estado de Wisconsin, equivale a cerca de 500 doses da vacina. Infelizmente, todas elas precisaram ser descartadas. De acordo com a organização Advocate Aurora Health, o homem destruiu as vacinas intencionalmente.

Segundo a rede de TV local FOX6 News Milwaukee, a situação está sendo investigada pelo FBI e o FDA (agência reguladora dos EUA). “Nós imediatamente lançamos uma investigação interna, e fomos levados a acreditar que isso tenha sido causado por um erro humano. O indivíduo em questão reconheceu hoje que removeu intencionalmente a vacina da refrigeração. Nós notificamos as autoridades apropriadas para uma investigação aprofundada”, disse a instituição em nota à imprensa.

-Publicidade-

“Nós continuamos a acreditar que a vacinação é o nosso caminho para fora da pandemia. Estamos mais do que decepcionados que as ações deste indivíduo vão resultar no atraso de mais de 500 pessoas para receberem a vacina. Isso foi uma violação de nossos valores centrais, e o indivíduo não trabalha mais para nós”, concluiu.