Furacão Laura: “tempestade catastrófica” causa alerta e pode ser uma das mais poderosas

O fenômeno causou apreensão às famílias nos Estados Unidos após alcançar a categoria 4 em terra firme, mais alta que o Katrina em 2005. Diversos comunicados para a proteção da população estão sendo emitidos

Resumo da Notícia

  • O furacão Laura alcançou categoria 4 em terra firme
  • Ele é considerado tão perigoso quanto o Katrina, em 2005
  • As autoridades estimam que o furacão Laura pode ser um dos mais poderosos na região
  • Os ventos chegarem em até 240 km/h

Na manhã desta quinta-feira, 27 de agosto, o furacão Laura chegou à costa sudeste dos Estados Unidos e alcançou a categoria 4. Em 2005, no furacão Katrina, que causou grande destruição, o fenômeno teve em terra firme grau 3 e 5 no Oceano Atlântico.

-Publicidade-
Ele atingiu a categoria 4 (Foto: reprodução / Instagram @hurricane_updates_2020)

Definido como uma “tempestade catastrófica, ventos extremos e inundações”, em meio a alertas, o Centro Nacional de Furacões dos EUA disse que o olho do furacão chegou em Cameron, na Louisiana à 1h da manhã. Foi pedido ainda que às famílias se protegessem.

O furacão está viajando em uma velocidade de 24kh/h, com ventos de até 240 km/h. “O olho de Laura está projetado para atravessar o noroeste da Louisiana durante esta quinta-feira e o Arkansas à noite, e viajar através do Vale do Mississippi na sexta-feira”, explicou o NHC.

-Publicidade-

Até o momento, mais de 385 mil pessoas receberam uma ordem de evacuação nas cidades de Beaumont, Galveston e Port Arthur, no Texas. Em Calcasieu Parish, no sudoeste da Louisiana, outras 200 mil também precisaram deixar suas casas.

-Publicidade-