Galvão Bueno completa 70 anos e filho faz homenagem especial de aniversário

Luca Bueno, de 18 anos, publicou foto com o narrador esportivo no Instagram para celebrar aniversário

Resumo da Notícia

  • Luca Bueno, filho de Galvão Bueno, publicou uma homenagem especial de aniversário para o pai
  • O comentarista esportivo completa 70 anos
  • Galvão Bueno também é pai de Popó, Cacá e Letícia Bueno
Galvão está completando 70 anos (Foto: Reprodução / Instagram @lucabuenomovies)

Nesta terça-feira, 21 de julho, Luca Bueno, filho de Galvão Bueno, publicou uma homenagem especial de aniversário para o pai no Instagram. O comentarista esportivo completa 70 anos de idade e também é pai de Popó, Cacá e Letícia Bueno.

-Publicidade-

“Feliz aniversário, pai. Obrigado por me proporcionar essa vida maravilhosa. E feliz aniversário adiantado para essas duas pessoas que judiavam de mim, mas ao mesmo tempo me ensinaram muito @leosalgadoo @cacabuenoracing. Amo todos vocês”, brincou o jovem de 18 anos, que mora em Orlando, nos Estados Unidos.

Foto do filho em homenagem para o pai (Foto: Reprodução / Instagram @lucabuenomovies)

Diversos seguidores foram só elogios para a família. “Família abençoada demais”, escreveu uma internauta. “Lindos”, escreveu outra. Parabéns também não ficou de fora. “Galvão parabéns vc é o cara saúde e paz”, disse um fã. “Parabéns muita saúde , amor e paz no coração”, desejou outro.

-Publicidade-

Galvão faz 70!

Nesta terça-feira, 21 de julho, Galvão Bueno completa 70 anos. Ele é um dos principais nomes da narração esportiva brasileira. Marcado pela entonação no “r” e com a icônica frase “É tetra! É tetra!”, iniciou a carreira em 1974, na Rádio Gazeta. Em seguida, foi para a TV Gazeta, quando cobriu a Copa do Mundo de 74, narrando os jogos da seleção brasileira.

Em 1977, o narrador teve uma breve passagem pela TV Record, onde ficou dois meses. No final do mesmo ano, Galvão foi para a Bandeirantes e por lá comentou a Copa de 78. Suas narrações na Formula 1 iniciaram no ano de 1980, quando a emissora comprou os direitos de transmissão das corridas.

Sua estreia na Rede Globo foi em 1981, quando narrou Flamengo e Jorge Wilstermann pela Libertadores da América. Na emissora, Luciano do Valle era o titular da narração na época. Após a Copa de 1982, na Espanha, Galvão Bueno assume o posto. Em 1992 ele sai da Globo e retorna no ano seguinte.

Galvão acumula narrações históricas como a conquista dos tetra e pentacampeonatos da Copa do Mundo, em 1994 e 2002, respectivamente. Também está na bagagem dele a morte de Ayrton Senna.

-Publicidade-